relato

Dona Jane

RELATO     Por C. Alfredo Soares     Dona Jane era altiva. Se impunha pela postura, altura e saber. Comandava a gente como uma fada madrinha. Era linda! Com seu cabelo preto e liso e sua gargalhada espontânea. Sempre…

O DIARIO DE LAIRA – Uma paciente que venceu a COVID-19

RELATO     Por C. Alfredo Soares     São tantos os casos de Covid 19 que acabamos discutindo os números como se fossem uma tabela de campeonato de futebol macabro. Diariamente sentamos à frente da TV e esperamos apuração. …

A luz acesa

OLHARES     Por Paolo D’Aprile     Mil anos atrás recebi o convite para escrever um artigo sobre o nosso trabalho. Contei de um menino aninhado em um caixote de papelão com um buraco de bala na perna, a…

Domingo de manhã

RELATO     Ele se foi num domingo de manhã. O sol havia acabado de raiar por de trás da montanha. As árvores ainda soltavam a relva formando uma neblina que prenunciava um dia de calor. Nas ruas somente os…

Um homem simples demais

RELATO     Tarde de janeiro. O verão torrando a mente num calor úmido. Certo só a chuva no final do dia. Não que refresque a noite. A chuva lava o povoado levando para os rios todo tipo de lixo…

O suor, o pão e a sorte

RELATO     Deixa pra amanhã. Tô cansado da lida. A noite caiu, mas a dor nas costas não foi embora. A lavoura tá destruindo comigo. Amanhã a gente proseia. Por hoje me dou por satisfeito. A cabeça já não…

Lá da minha varanda sei de um tudo

RELATO     Por Alfredo Soares* Ouvi dizer lá no bar do Onofre, que fica em frente à igreja, na esquina da carpintaria, que vem um calor aí que derrete gente que nem picolé de groselha. Vai ser de fritar…

Do alicerce a laje

RELATO     Por Alfredo Soares* A casa ainda era de chão, mas a necessidade nos obrigou a morar lá no alto da rua do Jardim Pinheiros – esse era o nome da rua que depois se chamaria Jose Rabelo – logo…

Jorge o guardião

RELATO     Por Alfredo Soares* Guardião: aquele que se prostra na entrada e não deixa ninguém passar sem sua autorização. Coube a tio Jorginho guardar nossas tradições. Desde cedo ouvia Mãe Maria, a vó materna, dizer que não iria…

O jardim da casa de cima

RELATO     Por Alfredo Soares* De uma hora pra outra me peguei com as flores e a horta do meu quintal. Converso com elas quando chego do trabalho e me ponho a molha-las. É uma terapia. Falo de tudo…

1 2