Ilka Oliva Corado

21.08.2017

O dia em que eu soube que não era pobre

O dia em que eu soube que não era pobre

Eram os primeiros dias da década de noventa e a Ciudad Peronia começava a encher-se de migrantes, de gente que chegava de outros arrabaldes e do ocidente do país a invadir o setor que agora é conhecido como El Mirador. Aquilo era um matagal, ruas de terra e um mercado… »

27.07.2017

Gerações vencidas

Gerações vencidas

A América Latina, com suas várias cores, sua fecundidade, seus Povos Originários e seus mártires, é uma terra de contradições, entre elas as gerações vencidas; acomodadas na sombra do descaramento, o oportunismo e a indolência. Gerações que se negam a uma identidade própria e que pisam em todo o rastro… »

09.05.2017

“Transgredidas”, testemunhos de sobreviventes da violência de gênero

“Transgredidas”, testemunhos de sobreviventes da violência de gênero

Tradução do Eduardo Vasco Transgredidas é um dos livros que mais me custaram escrever, me doeu, chorei e o senti em carne viva, porque são relatos de testemunhos e histórias de crianças, adolescentes e mulheres que sofreram abuso sexual, seja no caminho de imigração aos Estados… »

26.11.2016

Fidel, uma Revolução de utopias

Fidel, uma Revolução de utopias

Tivemos o privilégio de nossa geração ter conhecido um homem que marcou a história da América Latina e do mundo. O estadista mais brilhante que a Pátria Grande pôde parir. O lutador incansável pela equidade, pela igualdade social e pela justiça. Tivemos a honra de ter conhecido a integridade em… »

23.11.2016

Chegou a hora para nós, os indocumentados (2)

Chegou a hora para nós, os indocumentados (2)

Na primeira parte deste artigo tratei de detalhar as razões das emigrações forçadas dos latino-americanos para os Estados Unidos, nas quais os tratados de livre comércio têm muito relação com isso e as constantes renovações do Plano Condor com suas agendas regionais. Mas o que acontece com os imigrantes que… »

22.11.2016

Chegou a hora para nós os indocumentados

Chegou a hora para nós os indocumentados

As migrações de centro-americanos para Estados Unidos tiveram início na década de 1980, desde quando invadiu o território para aplicar o Plano Condor e a agenda regionais das ditaduras e ao que chamaram de Conflito Armado interno mas que na Guatemala deixou um genocídio e a terra arrasada. Nesse contexto… »

30.08.2016

Consternar-se não é suficiente

Consternar-se não é suficiente

Tradução de Raphael Sanz  Cada vez que nos enterramos de uma notícia desagradável, uma violação sexual, um feminicídio, um massacre ou um ato terrorista, nossa primeira reação e última é consternarmos e ficarmos ali; como se com isso cumpríssemos com nossa cota de consciência social, como mostra do nosso compromisso… »

26.08.2016

Não é a Venezuela, é a Colômbia: Chocó em resistência

Não é a Venezuela, é a Colômbia: Chocó em resistência

Tradução de Raphael Sanz  A América Latina, com seus multitudinários rostos e multi etnias, é negra, tem a força e a resistência da afro descendência. Uma raiz milenar que seguimos negando como parte da nossa identidade cultural. Os afro descendentes na América Latina seguem sendo invisibilizados tanto ou mais que… »

09.07.2016

Não é a Venezuela, é o México

Não é a Venezuela, é o México

O México está sendo sequestrado, massacrado e desaparecido, nada mais e nada menos, pelo governo de Peña Nieto. A pergunta urgente que muito nos fazemos é: o que está esperando Almagro e a OEA para aplicar a Peña Nieto a Carta Democrática? Por acaso o governo não está violando direitos… »

08.06.2016

A cultura da violência de gênero

A cultura da violência de gênero

A violência de gênero é algo aprendido, portanto, pode ser mudada. Com certeza temos a capacidade para eliminar o patriarcado, o machismo, a misoginia e a indiferença. A pergunta é: quando o faremos? Existe, a vemos todos os dias, está enraizada nos padrões colocados desde a… »

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.