Valeria Soares da Silva

poeta e contista, Prof.de Literatura e Língua Portuguesa (UGF) com MBA em Gestão e Empreendedorismo na Educação (UFF) e Gestora Pública em educação.

Passagem

POEMA Por Valéria Soares   Os pelos eriçam quando o morango brinca de azedar a saliva sabor chocolate. A tarde despede-se sob um véu. Tudo brinca: o doce e o ácido, o dia e a quase-noite, a chuva fria e…

Humor

CRÔNICA Por Valéria Soares   Há dias em que é antipática. Não aquela que não cumprimenta ou não sorri para os outros, mas a que não curte as postagens, a que se incomoda com o sorriso alheio estampado nas redes…

Trave

CONTO Por Valéria Soares   Sob o tapete, resíduos cuidadosamente armazenados como um filtro de impedindo que o gosto fosse puro e a visão desembaçada. Eram uma espécie de antolhos. Nada podia ser visto ou compreendido senão através. Ditadura construída…

Condoreira

POEMA Por Valéria Soares   Grito eu Gritas Grita! Gritamos os lamentos travados na garganta A dor funda no estômago A unha cravada na pele A História que criou a ferida A ferida que cicatrizou A cicatriz que virou história…

Condição

POEMA Por Valéria Soares   Seriam de pinho as bodas Não fosse a falta de cor Não fosse a tristeza Não fosse correspondida a dor   Seriam de pinho as bodas Não fosse a solidão Não fosse o silêncio Não…

Partida

POEMA Por Valéria Soares   Viajo mundos, submundos mudo em minha dor mudo com minha dor saio e cerro a porta aqui fora, o diferente o novo o incerto o que ainda não é caminho faz-se medo saio e cerro…

Continho

CONTO Por Valéria Soares   Ruiva, sardenta, magra. _ Foguinho! _ Espiga de milho! _ Labareda! Moleque, pés descalços, bermuda, banho de rio. _ Nem parece uma menina! _ Olha só que modos! _ Nunca a vi de vestido! _…

Para 2022,

POEMA Por Valéria Soares   DESEJE SONHE PLANEJE LISTE COMECE FALE CONVENÇA CONQUISTE SILENCIE GRITE CAMINHE ANDE CORRA PULE SALTE PARE DESCANSE RECOMECE LUTE INSISTA PERSISTA PERSEVERE ACREDITE APOSTE CONFIE FAÇA DESFAÇA BUSQUE ENCONTRE REENCONTRE RENOVE ENCANTE DOE PENSE ANALISE…

Cantiga de Natal

CONTO Por Valéria Soares   Bate o sino e anuncia: Vem de Belém vem!   Há reis do oriente Há estrela-guia Há incenso, há ouro Há mirra como presente Trono real Que a manjedoura é.   Bate o sino e…

Para este Natal

CRÔNICA Por Valéria Soares   Quando for abraçar alguém pra dizer como foi importante sua participação na sua vida este ano, lembre-se de que todo dia é propício a valorizar o outro. Quando você for pedir desculpas a alguém por…

1 2 3 4 6