feminismos

Construtoras do Futuro: Lupita Vásquez Luna

Lupita Vásquez é uma sobrevivente do Massacre de Acteal (Chiapas), no qual perdeu seus pais e cinco irmãos e mais 45 pessoas foram mortas por um grupo de paramilitares enquanto rezavam na igreja onde se refugiavam. Desde então, junto com sua…

Feminismos que humanizam 06 – Jacob Sifuentes

Por Karla Mijangos Fuentes A série “Feminismos que humanizam” é uma sequência de entrevistas, nas quais as pessoas dedicadas às diferentes áreas da construção de uma saúde integral contam como o feminismo mudou sua visão e sua forma de atuar…

Construtoras do futuro: Moema Viezzer

Educadora popular, socióloga, ambientalista, feminista e defensora dos direitos humanos, a socióloga brasileira, Moema Viezzer, é também autora do livro Se me deixam falar, no qual conta a vida da mineira boliviana Domitila Barrios de Chungara, quem conheceu durante o exílio…

Construtoras do Futuro: Cheja Abdalahe

Cheja Abdalahe, ativista saharaui pelos direitos humanos e pelo direito à independência do seu povo, declara, nesta entrevista, que o mais importante para todos os seres humanos é a liberdade. Militante pela independência e liberdade de seu povo – o…

Ainda Somos Todas Mulheres de Queimadas/PB

O principal responsável pelo planejamento e execução do estupro coletivo na cidade de Queimadas (PB), condenado a 108 anos de prisão, saiu pela porta lateral do presídio de segurança máxima no último dia 17 de novembro   O dia 25…

O islam nas escolas catalãs e a difícil equação

Por Rachid Boukhzer* Uma vez, escutei uma entrevista de uma candidata do Podemos às eleições europeias, mulçumana e com véu. O debate era se o islam é feminista ou não. Para muitas pessoas, pareceu contraditório o tema do islam e do…

“Não aceitamos ganhar menos”, diz coletiva negra em carta aberta

Por Jéssica Moreira Coletiva Negras em Movimento lança carta aberta pedindo igualdade sarial para as mulheres negras no mercado de trabalho. Mulheres negras e organizações podem assinar a carta. “Nosso posicionamento é objetivo: as mulheres negras não aceitam ganhar menos…

Nós e nossa linguagem subjetiva tecemos novas formas de comunicação

A linguagem das mulheres que lutam é universal. Não importa em que parte do planeta viva, todas falamos a mesma língua quando nos defendemos e exigimos por nós. Vejo a 50 metros uma mãe que vem caminhando com um bebê,…

Uma história de empoderamento, capacitação e esperança

Essa história poderia ser um case sobre empreendedorismo, desses que a gente vê a toda hora nas telas da TV, principalmente nas propagandas dos bancos que oferecem crédito fácil, mas é muito mais que isso: tem empoderamento, capacitação e, sobretudo,…

Precisamos falar sobre masculinidade

Por Renata Souza/Ururau Precisamos falar sobre o modelo de masculinidade vigente. Tratar essa temática é convidar a nossa sociedade a repensar o modelo de masculinidade atual. Há algum tempo, a partir de meus estudos de gênero, das observações, dados estatísticos,…

1 2 3 4