crônica

The smiles returning to the faces

CRÔNICA Por Paolo D`Aprile   Porque Nina é o pau, também é a pedra. Nina, sem dúvida, é o fim do caminho. Dizem que George Harrison chorou a noite inteira quando ouviu sua música mais linda ecoar no piano e…

Mio caro amico, Paolo

CRÔNICA Por Guilherme Maia   Birds flying high you know how I feel Sun in the sky you know how I feel Breeze driftin’ on by you know how I feel It’s a new dawn It’s a new day It’s…

O bem do cidadão de bem

CRÔNICA Por Guilherme Maia   -“Ai, Augusto… Já chega! Não consigo mais com volume tão avantajado! ” – Essas foram as últimas palavras de Afonsinho, aquele mesmo que comandava o programa Orai e Verás, da Rádio Filhos da Providência. Oras,…

Pisando em flores

CRÕNICA Por Edna Tosath & Guilherme Maia   INTRODUÇÃO ENTRE DUAS BELEZAS E DIMENSÕES FEMININAS DE UM LADO O PALCO E A TRIBO, DE OUTRO, O FLORESCER NANQUIM QUE CONTAMINA: Esqueço até a dor de perdas de amor Que a…

Terá existência o beijo gay?

CRÔNICA Por Guilherme Maia   Homenagem ao grande João Bethencourt e à liberdade Chiquinho tinha vinte e quatro anos e era idolatrado por sua avó, senhora octogenária frequentadora da igreja do Poço Fundo do Jacó, adepta do “está-um-caos- mas-Deus-proverá”. Iniciou…

Por uma neobossa nova por um neo-espírito crítico e livre E tudo neonovíssimo

CRÔNICA Por Guilherme Maia   Tenho – lágrimas – quarenta e dois anos e passei minha infância e adolescência na Zona Sul carioca, tendo momentos de Tijuca onde residiam meus avós paternos e minha avó materna. Esse balanço Leblon-Tijuca moldou…

Solução

CRÔNICA Por Valéria Soares   A ansiedade a consumia. Já havia comido salgados, já havia comido doces, já tinha pensado, já tinha parado de pensar… Nada! Absolutamente nada resolvia aquele incômodo no peito, aquele nó na garganta, aquela ideia teimosa…

Recordação

CRÔNICA Por Valéria Soares   Lembro- me de um tempo em que as pessoas aproveitavam a tarde de domingo para fazer visitas umas as outras. Era comum que minha mãe fizesse um bolo e o deixasse reservado para as tais…

Primeira infância

CRÔNICA Por C. Alfredo Soares   Minhas lembranças mais tenras remetem ao final dos anos sessenta, inicio dos anos setenta. Lembro do sinal estridente do grupo escolar Campos Sales, onde fiz meus primeiros amigos, convocando as crianças pra cantar o…

Gritos

CRÔNICA Por C. Alfredo Soares   Gritos Mãos estendidas Em meio a torrente   Gritos vão E deixam somente o eco As lágrimas secam Depois de tanto derramar   Vamos nos acomodando nos becos Nos brejos, Nos mangues Nos morros…

1 2 3 14