Existe alguma notícia positiva nesse período que é acompanhado pelo surto de uma pandemia? Aqui estão algumas notícias e textos que, como seres humanos, nos enchem de orgulho. Notícias que nos permitem avançar, derrubando os muros da intolerância e do racismo, iluminando o caminho e trazendo esperança, solidariedade e cooperação.

 

Paz e Desarmamento

A humanidade pode se alegrar: as armas nucleares serão banidas

Com a assinatura de Honduras em 24 de outubro de 2020, 50 países ratificaram o Tratado de Proibição de Armas Nucleares, condição essencial para sua entrada em vigor. Leia o artigo completo aqui.

Israel: Judeus e árabes juntos pela paz em Tel Aviv

Cerca de mil pessoas, judeus e árabes, marcharam juntos em 1º de fevereiro para protestar com o seguinte texto: “O acordo entre Trump e Netanyahu é uma ameaça ao futuro de ambas as nações. É um acordo unilateral que não trará paz, justiça ou resolução de conflitos, mas espalhará ainda mais a violência. Leia o artigo completo aqui.

Cerca de mil pessoas se manifestaram em Tel Aviv contra o “Acordo do Século”.

Alemanha: O Prêmio da Paz de Stuttgart vai para Julian Assange

Julian Assange, o fundador do Wikileaks preso em Londres por um ano, recebeu o Prêmio da Paz de Stuttgart 2020. O prêmio é concedido por Die Anstifter e visa promover o direito à liberdade incondicional de informação e de imprensa. Leia o artigo completo aqui.

Cette année, le prix de la Paix de Stuttgart est décerné à Julian Assange

Julian Assange

Mobilizações em massa

Vídeo: “Chile acordou”

Milhões de pessoas no Chile estiveram nas ruas todos os dias desde 18 de outubro de 2019 até a eclosão da pandemia do coronavírus, afirmando sua dignidade, que foi perdida após a implementação de políticas capitalistas e conservadoras por mais de 30 anos.

 

Filipinas: movimento estudantil e pessoas contra a lei antiterrorismo

Grupos, cidadãos e movimentos estudantis têm criticado amplamente a definição geral do que poderia ser considerado um terrorista e, assim, a prisão sob esta acusação, presentes no projeto de lei. Portanto, não é surpreendente que os manifestantes tenham saído às ruas para protestar contra a indignação, apesar da quarentena contínua devido à pandemia.

O que Floyd significa na Roosevelt Avenue, Queens, NY, EUA

O nome de Floyd é uma reminiscência das palavras dolorosas “Não consigo respirar”. Essas palavras foram repetidas por George Floyd. Agora elas estão em cartazes como slogan político. Mas também estamos procurando um significado diferente para Floyd. Muitos veem isso como uma oportunidade de criar um elemento comum entre todas as raças na luta por justiça. Leia o artigo completo aqui.

“I Can’t Breath (Não consigo respirar)”, protestos nos Estados Unidos

Adama Traoré ecoando George Floyd: milhares de manifestantes nas ruas da França

O povo não quer mais essa violência policial, nem essas terríveis injustiças, a discriminação racial. Eles não vão deixar isso acontecer mais. Nem aqui nem em outro lugar.

Na França, apesar da proibição pronunciada pelo prefeito da polícia de Paris, milhares de manifestantes se reuniram em frente ao tribunal na noite de terça-feira, 2 de junho de 2020, respondendo ao apelo do comitê de apoio à família de Adama Traoré, um homem negro de 24 anos que morreu em 2016 após sua prisão. Leia o artigo completo aqui.

Ações para a pandemia

Impressoras 3D salvam vidas na Itália

Na Itália, que tem agido muito lentamente para limitar a exposição ao vírus, isso já aconteceu: os hospitais do norte do país ultrapassaram a sua capacidade e os equipamentos são insuficientes. Isso resultou em um grande número de mortes. Mas, quando um hospital italiano ficou sem válvulas para respiradores, os fabricantes locais começaram a substituí-las com uma impressora 3D. Leia o artigo completo aqui.

Válvulas respiratórias feitas com impressão 3D

Canadá, modelos 3D para atender às necessidades de produção em massa de máscaras

Diferentes cientistas ao redor do mundo estão envolvidos na batalha para suprir a necessidade de insumos, principalmente máscaras e estetoscópios. Sua arma é a impressão 3D, que aparentemente pode ajudar em muitas áreas. Leia o artigo completo aqui.

Petição: “Prêmio Nobel da Paz para Médicos Cubanos”

Desde o início da pandemia e em mais de vinte países, Cuba enviou contingentes de sua “Brigada Médica Internacional Henry Reeve”, oferecendo assistência médica gratuita e solidária, sem pedir nenhuma “troca política” em relação à severa dificuldade embargo que a ilha sofre há anos. Em alguns casos, como na Itália, foram os governos locais que solicitaram ajuda à brigada médica cubana, que chegaram rapidamente com profissionais, equipes médicas, equipamentos e suprimentos. Leia o artigo completo aqui.

MAKERS. Revolução na produção pós-COVID-19

Ao aderir à iniciativa MAKERS, o município de Barcelona colocou à disposição da comunidade o potencial dos Ateneos de Fabricación Digital para produzir, através da técnica de impressão 3D, alguns dos equipamentos e materiais de proteção individual mais solicitados pela comunidade médica e por setores mais expostos à infecção do vírus da Covid-19. Leia o artigo completo aqui.

 

Direitos Humanos

No Sudão, a mutilação genital feminina será proibida

No dia 30 de abril, o governo de transição do Sudão anunciou um novo artigo no código penal que proíbe a mutilação genital feminina. De acordo com organizações locais de direitos humanos, muito mais da metade das meninas ainda são submetidas a essa prática bárbara. De acordo com a UNICEF, nove em cada dez mulheres de 15 a 49 anos sofreram infibulação. Leia o artigo completo aqui.

Casamento para todos na Suíça e acesso à doação de esperma para casais lésbicos

Na Suíça, casais do mesmo sexo também devem ter permissão para se casar no futuro. E foi a grande câmara do Parlamento que tomou essa decisão. O Conselho Nacional também se pronunciou a favor da autorização da doação de esperma para casais lésbicos. Porém, o projeto de lei ainda precisa superar outros obstáculos. Leia o artigo completo aqui.

Europa: Aspen corta preços de medicamentos contra o câncer

A Organização Europeia de Consumidores (BEUC, sigla inglesa) saúda a Comissão Europeia por pressionar a empresa farmacêutica Aspen a reduzir o preço de seis medicamentos contra o câncer em 73%, em média, na Europa, nos próximos 10 anos. Leia o artigo completo aqui.

Tailândia: mais de 700 famílias cambojanas poderão processar uma fábrica de açúcar

Em 31 de julho, a Vara Cível de Bangkok, capital da Tailândia, concedeu a mais de 700 famílias cambojanas o direito de participar de uma ação coletiva, uma ação judicial coletiva, contra Mitr Phol, o maior produtor mundial de açúcar da Tailândia, cujas atividades em Camboja levou ao despejo forçado de famílias em 2008 e 2009. Leia o artigo completo aqui.

Thaïlande : plus de 700 familles cambodgiennes pourront poursuivre une usine de sucre

Algumas das famílias cambojanas participando da ação judicial coletiva, na Tailândia.

Suporte maciço para Las Tesis

O grupo Las Tesis, formado por ativistas feministas chilenas, que criou a performance “A rapist on your way” (Um estuprador em seu caminho) foi denunciado pelos Carabineiros do Chile (Carabinieri de Chile) por ter tentado criar uma aversão intencional contra esta instituição. Isso depois que o grupo criou e divulgou, ao longo de maio, um vídeo dos Carabineiros se manifestando pacificamente do lado de fora de uma delegacia de polícia, vestidos com macacões vermelhos, máscaras e uma bandeira chilena preta. Diante disso, o apoio de todo o mundo, principalmente das redes sociais, rapidamente se transformou em uma avalanche. Leia o artigo completo aqui.

Austrália, Parlamento do Estado de Vitória, diz não à “terapia de conversão”

Em 10 de dezembro, Dia Mundial dos Direitos Humanos, a Câmara dos Deputados do Estado australiano de Vitória proibiu a “terapia de conversão”. Refere-se a um tratamento pseudocientífico cruel e degradante, ainda em vigor em muitos estados, que visa a mudança da orientação sexual de uma pessoa da homossexualidade ou bissexualidade para a heterossexualidade, utilizando a terapia de eletrochoque. Leia o artigo completo aqui.

Edward Snowden recebeu uma autorização de residência permanente na Rússia

O advogado de Snowden, Anatoly Kucherena, anunciou hoje a decisão do governo russo de conceder-lhe uma autorização de residência por tempo indeterminado. A Rússia concedeu a Snowden uma autorização de residência desde 2013, que expirou em 2020. Leia o artigo completo aqui.

Edward Snowden

Primeira-ministra da Nova Zelândia nomeia mulher maori como chanceler do país

Em novembro, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, elegeu Nanaa Mahuta, uma mulher maori que, há quatro anos, foi a primeira mulher no país a usar a tradicional tatuagem moko kauae feita pelos nativos do grupo étnico. Leia o artigo completo aqui.

El Desconcierto

Da esquerda para a direita: Nanaia Mahuta e Jacinda Ardern.

 

História pública

Alemanha: “Women in the Shadow” (Mulheres na Sombra), um monumento às “mulheres de conforto” asiáticas.

Frequentemente, existem comemorações dos horrores da Segunda Guerra Mundial. O foco está quase sempre na Europa, mas esquecemos que a guerra também assolava a Ásia. Em outubro de 2020, um monumento foi inaugurado para comemorar um aspecto muito específico da guerra na Ásia e no Pacífico: as “mulheres de conforto”. Leia o artigo completo aqui.

Frauen im Schatten: Ein Denkmal für die asiatischen „Trostfrauen“

Vista do monumento na Alemanha.

 

Economia

Alemanha: Parlamento examina o pedido especial de renda básica

A petição, apoiada por vários grupos de Renda Básica na Alemanha e assinada por mais de 176.000 pessoas, foi debatida pelo Comitê de Petições do Parlamento Alemão (Bundestag) em outubro. Leia o artigo completo aqui.

A Câmara Municipal de Glasgow pede financiamento para analisar a Renda Básica Universal

No final de outubro, a Câmara Municipal de Glasgow votou a favor de uma proposta para pedir aos governos do Reino Unido e da Escócia que financiassem um projeto-piloto de Renda Básica Universal (UBI). Leia o artigo completo aqui.

 

Entrevistas – Textos de opinião

Noam Chomsky: “Vamos superar a crise do coronavírus, mas temos crises mais sérias pela frente.”

Chomsky ressaltou que a crise de saúde do coronavírus é muito séria e terá consequências graves. Porém, será temporário, enquanto há outros dois horrores mais sérios para a humanidade: a guerra nuclear e o aquecimento global. Leia o artigo completo aqui.


 

Traduzido do inglês por Luma Garcia Camargo / Revisado por Larissa Dufner