Mundo sem Guerras

04.10.2019

Lançamento da 2ª Marcha Mundial pela Paz e Pela Não-Violência

Lançamento da 2ª Marcha Mundial pela Paz e Pela Não-Violência

A partir do quilômetro 0 em Madri, ontem 2 de outubro, Dia Internacional da Não-Violência decretado pelas Nações Unidas em homenagem a Gandhi, quando eram 18:00 horas começou oficialmente a Marcha Mundial. Cerca de cem pessoas estavam presentes quando Rafael De la Rubia, fundador do Mundo sem Guerras e coordenador… »

05.08.2019

35 mil alunos de 132 escolas fizeram símbolos humanos na campanha “Paz e Não-Violência”

35 mil alunos de 132 escolas fizeram símbolos humanos na campanha “Paz e Não-Violência”

Mais um ano, em continuidade à “campanha” iniciada no ano passado, símbolos humanos de paz e não-violência foram realizados em muitos centros educativos. Desde 1964, o Dia Escolar da Não-Violência e da Paz[ii] é celebrado a 30 de Janeiro, em memória da morte de Gandhi. Esta data, reconhecida pela UNESCO… »

30.06.2018

(Vídeo) Como Criar Condições para a 2ª Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência

(Vídeo) Como Criar Condições para a 2ª Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência

No marco do Forum Humanista Europeu 2018, foi realizada a oficina “Como criar condições para a 2ª Marcha Mundial pela Paz e pela Não-violência”.  Texto traduzido por Marcos Rodrigues. Foram abordados diversos temas como:  Efeitos demonstração, ações escaláveis, rota troncal, marchas convergentes e regionais, ações exemplares,  jornadas e… »

12.01.2016

Todos os países com armas nucleares devem ser condenados: especialmente Estados Unidos e seus aliados da OTAN

Todos os países com armas nucleares devem ser condenados: especialmente Estados Unidos e seus aliados da OTAN

Sobre o teste nuclear da Coréia do Norte Frente às notícias do dia 06 de janeiro de 2016, a organização Mundo sem Guerras denuncia fortemente o teste nuclear realizado pelo governo da Coréia do Norte. Este teste subterrâneo levará inevitavelmente ao vazamento de material radiativo e ao desnecessário aumento de… »

21.06.2013

“Marcha dos Fantasmas” marca fim a 27 dias de Greve no sector de Saúde em Moçambique

“Marcha dos Fantasmas” marca fim a 27 dias de Greve no sector de Saúde em Moçambique

  Os médicos e profissionais de saúde encerraram mais uma etapa da sua reivindicação por melhores condições salariais e de trabalho, e dificilmente poderia ter havido um acontecimento mais inspirador para assinalar o fim da segunda greve geral do sector da saúde este ano, do que o acto público de… »

12.06.2013

Opinião Humanista sobre a Greve dos Médicos e Profissionais de Saúde em Moçambique

Opinião Humanista sobre a Greve dos Médicos e Profissionais de Saúde em Moçambique

  Em Moçambique, um dos mais significativos fenómenos de desestabilização social dos últimos anos, vai já na sua terceira semana. Trata-se de uma Greve Geral de profissionais de saúde, a nível de todo país. É a segunda greve no sector de saúde este ano. Em Janeiro uma primeira greve terminou… »

03.04.2013

Sobre a situação na Península Coreana e a política de dissuasão nuclear

Sobre a situação na Península Coreana e a política de dissuasão nuclear

Os membros de Mundo sem Guerras e sem Violência sentem uma grande preocupação frente ao aumento da tensão na Península Coreana. A provocação dos EUA O “estado de guerra” declarado por Coréia do Norte pode ser simples retórica com fins domésticos para mostrar a força do jovem presidente, tal como… »

06.02.2011

Em relação aos acontecimentos no Egipto

Aqui publicamos integralmente o comunicado de imprensa que deu a conhecer internacionalmente a organização "Mundo sem Guerras e sem Violência", em relação aos acontecimentos que se vêm desenvolvendo ultimamente no Egito. Dito organismo, que faz parte do Movimento Humanista, foi o coordenador da "Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência" que concluiu o 2010. »

01.05.2010

Mundo sem Guerras e o Tratado de Não-Proliferação Nuclear

A entidade internacional denuncia o fracasso do Tratado de Não Proliferação (TNP) Nuclear em influir para a eliminação das armas atômicas no mundo. "A hipocrisia das potências nucleares que, em vez de avançar para a eliminação total de tais armas, tal como indica o Tratado, vêm utilizado-o para manter a todos os demais países fora do privilegiados", diz posicionamento. »

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.