O tribunal condenou todo o partido e a organização da Golden Down (Aurora Dourada).

Milhares de pessoas se reuniram na manhã do dia 07 de outubro de 2020, na porta do Tribunal de Atenas, esperando o anúncio da decisão para o julgamento da Golden Down.

Estavam todos lá: escolas, uniões, organizações, partidos políticos e antifascistas. Os líderes dos partidos políticos da SYRIZA (Coligação da Esquerda Radical na Grécia), Partido Comunista Grego e DIEM25 (Movimento Democrata na Europa 2025), Tsipras, Koutsoumbas e Varoufakis, também frequentaram a manifestação exigindo a condenação dos neonazistas.

Ao ouvir o veredito, a multidão irrompeu em aplausos e cartazes antifascistas. Para dispersar os manifestantes, a polícia respondeu com água, produtos químicos, granadas e violência.

Foto Chrysoula Patsou

Por dirigir uma organização criminosa, os líderes partidários e ex-deputados foram considerados culpados: Nikos Michaloliakos, Ilias Kasidiaris, Giannis Lagos, Giorgos Germenis, Ilias Panagiotaros, Christos Pappas e Artemis Mattheopoulos.

Culpados de pertencer a uma organização criminosa: Aggos, Apostolou, Kazantzoglou, Kalaritis, Michalaros, Barekas, Papavassiliou, Papadopoulos, Popori, Roupakias, Skiatounis, Skalkos, Stergiopoulos, Stratos, Tsakanikas, Tsorvas, Tsalikis, Hatzidakis, Hrisafitis.

Pelo homicídio de Plavos Fyssas, o tribunal considerou Giorgos Roupakias culpado de todas as acusações, incluindo homicídio premeditado, junto com: Georgios Patelis, Ioannis Kazatzoglou, Ioannis Aggos, Anastasios Marios Anadiotis, Georgios Dimou, Elpidoforos Kalaritis, Ioannis Vassilios Komianos, Konstantinos Korkovilis, Anastasios Michalaros, Georgios Skalkos, Giorgos Stampelos, Leon Tsalikis, Athanasios Tsorvas, Nikolaos Tsorvas, Aristotelis Hrisafitis. Santorineos e Tsakanikas foram absolvidos devido a dúvidas.

Kyriakos Antonakopoulos, Ioannis Kastrinos, Anastasios Pantazis e Antonios Hatzidakis foram condenados por danos corporais pelo ataque aos membros da Frente de Luta Sindical (All-Workers Militant Front – PAME).

Pelo ataque aos Pescadores egípicios, foram condenados por tentativa de homicídio: Dimitris Agriogiannis, Markos Eugenikos, Thomas Marias, Anastasios Pantazis, Konstantinos Papadopoulos.

Magda, mãe de Pavlos Fyssa, gritou em protesto: “Pavlos, você fez isso, meu filho!”

Fotos Evita Paraskevopoulou

 

 


Traduzido do inglês por Laiza Teixeira Viana Dias / Revisado por Larissa Dufner