Nota Oficial do Movimento Ocupe Estelita (17/06/1014)

18.06.2014 - Redação São Paulo

This post is also available in: Inglês, Espanhol, Francês, Italiano, Alemão

10402568_659514024127347_200361722031614488_n

#OcupeEstelita

 

NOTA MOVIMENTO OCUPE ESTELITA

17 de junho de 2014

 

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, dia 17 de junho de 2014, as pessoas que ocupavam no movimento #OcupeEstelita foram surpreendidas pela Polícia Militar de Pernambuco. Descumprindo todos os acordos que vinham sendo firmados ao longo dos últimos dias, os representantes do Estado chegaram para cumprir um mandado de reintegração de posse em favor do Consórcio Novo Recife.

 

De forma autoritária, exigiram que todos se retirassem do terreno em disputa em cinco minutos – mas antes disso procederam com a destruição do acampamento e com a retirada à força de quem ousava resistir pacificamente. Equipamentos de comunicação, como câmeras e computadores foram tomados. A ação covarde terminou com quatro pessoas presas e diversas feridas com estilhaços de bombas de efeito moral, balas de borracha e chicotadas.

 

Não faltaram ofensas aos manifestantes por parte dos policiais. Barracas foram rasgadas, equipamentos destruídos, alimentos foram inutilizados e instalações artísticas arruinadas. O processo de reintegração desobedeceu inclusive os protocolos do próprio governo, que previa informação prévia aos ocupantes e ao Ministério Público, que teria a função de mediar uma solução sem violência., com um aviso prévio de 48h

 

O ato promovido pelo Governo do Estado de Pernambuco ignorou o clamor popular contra o projeto repleto de irregularidades do Consórcio. Causou vergonha a pernambucanas e pernambucanas, deixando claro que o governo e a prefeitura têm como objetivo principal não a democracia e o respeito às pessoas, mas os interesses mesquinhos de um punhado de endinheirados e poderosos.

 

A violenta reintegração acontece exatamente um dia após a prefeitura ter publicado um documento com diretrizes para as negociações prevendo – inclusive – audiências públicas para a discussão do projeto. E um dia antes da decisão judicial que possivelmente definiria a ilegalidade do mandado.

 

A covardia, a falta de espírito público e a conivência do governador João Lyra e do prefeito Geraldo Júlio não irão arrefecer o movimento que multiplica a cada dia seus apoiadores em diversas partes do Brasil e do mundo.

 

Os participantes do Movimento Ocupe Estelita permanecem a postos, do lado de fora do terreno em disputa, e convocam mais uma vez a sociedade para vir ao Cais e mostrar que autoritarismo se enfrenta com organização popular democrática!

 

Resistiremos!

 

#resisteestelita

#OcupeEstelita

Categorias: Direitos Humanos, Internacional, Não violência, Nota de imprensa

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Dia da Não Violência

Dia da Não Violência

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.