Africa

24.11.2009

Equipe internacional da Marcha Mundial pela Paz inicia percurso no continente africano

A equipe base da Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência foi recebida em Rabat, capital do Marrocos, em sua primeira parada no continente africano. O encontro foi realizado nos quartéis-generais do Movimento Popular, um partido que inclui membros formados pela resistência que escolheram a paz como o único método para resolução de conflitos. »

27.08.2009

A guerra em Darfur, terminou?

As forças de pacificação de Darfur conseguiram os objetivos de sua missão, segundo Rodolpho Addada, do Congo, em sua despedida como líder da UNAMID, que é missão conjunta das Nações Unidas e da União Africana. Segundo Abada, que reconhece a falta de segurança na região, agora são os bandidos comuns os que trazem insegurança aos habitantes por roubos e outros delitos do tipo. »

13.08.2009

Ruanda: mulheres no poder

Ao considerar os melhores exemplos da presença feminina no mundo político, pensa-se automaticamente nos países escandinavos. Entretanto, o país que encabeça a lista com maior representação feminina no parlamento se encontra no coração da África: Ruanda. No caso de Ruanda, esta cifra é recorde mundial, com 56% de participação feminina no parlamento. »

11.08.2009

Uganda quer proibir a mutilação feminina

Uma das grandes e históricas violências contra a mulher está próxima de chegar ao fim em Uganda. O país está a ponto de aprovar uma lei para proibir a mutilação genital feminina, muito comum entre as tribos do leste do país, anunciou a presidência.Entre 100 e 140 milhões de mulheres no mundo já foram vítimas da prática, segundo a ONU. »

10.07.2009

África descontente com o Tribunal Penal Internacional

Na conferência da União Africana (UA) da semana passada, a Líbia, o Senegal, Djibouti e Camarões fizeram lobby para sair do TPI. A preocupação é a de que esse tribunal, sediado em Haia, na Holanda, atinge injustamente a países africanos, e ignora abusos em outras regiões. China, Rússia, Índia e os EUA não formam parte do Tribunal Penal Internacional hoje com 108 membros. »

08.07.2009

Burkina Faso: imperador do povo Mossi adere à campanha internacional pela paz e desarmamento nuclear

Mogho Naaba Baongo, imperador do maior grupo étnico em Burkina Faso, apoiou publicamente a Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência. A adesão foi realizada em uma cerimônia especial que ocorreu no Palácio Real em Ouagadougou. O coordenador nacional da Marcha Mundial em Burkina Faso, Moubaile Compaoré considerou este apoio como um ato nobre e de grande valor. »

26.06.2009

Marcha Mundial pela Paz é apresentada em Moçambique

Campanha internacional pela paz e pela não violência reúne cerca de 400 pessoas em um evento que contou com palestras, exposições e até um símbolo humano pela paz mundial. »

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.