Opinião

Pela integralidade e implementação do Terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos

Bia Barbosa

Entidades da sociedade civil e movimentos populares divulgam manifesto de lançamento de campanha nacional para mobilizar a sociedade na defesa e implementação do Programa Nacional de Direitos Humanos 3. Eles exigem a revogação do decreto presidencial que altera o PNDH-3.

Mundo sem Guerras e o Tratado de Não-Proliferação Nuclear

A entidade internacional denuncia o fracasso do Tratado de Não Proliferação (TNP) Nuclear em influir para a eliminação das armas atômicas no mundo. “A hipocrisia das potências nucleares que, em vez de avançar para a eliminação total de tais armas, tal como indica o Tratado, vêm utilizado-o para manter a todos os demais países fora do privilegiados”, diz posicionamento.

Instituto lança pesquisa que avalia a implementação do Estatuto do Desarmamento no Brasil

Falhas na implementação e medidas que ainda não saíram do papel foram identificadas na pesquisa do Instituto Sou da Paz e ameaçam a eficácia da lei brasileira que já ajudou a salvar milhares de vidas. Entre os problemas destacam-se a falta de diálogo entre exército e polícia federal e a falta de controle das empresas de segurança privada.

“A maior ameaça para a vida humana são as armas nucleares”

O linguista e professor universitário Noam Chomsky explica como os Estados Unidos têm contribuído para enfraquecer os esforços de não-proliferação de armas nucleares desde 2005, quando o ex-presidente Bush não rompeu com o tratado da ONU. A cada cinco anos, o governo Bush se negou a assinar o Tratados de Não-Proliferação Nuclear, que será revisto novamente em maio de 2010.

O petróleo é das crianças

Em meio à discussão sobre a divisão dos royalties das reservas do Pré-Sal, Cristovam Buarque apresenta uma proposta que prioriza os investimentos dos recursos em educação. Desta forma, o senador consegue superar a quebra de braço entre os estados produtores e não-produtores, com sua visão que busca privilegiar a humanização da sociedade através da educação. Confira.

Necessidade de organização para continuar difundindo a paz e a não violência

A Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência que termina hoje começou neste lugar há pouco mais de um ano, no dia 15 de novembro de 2008. Aqui começou e aqui termina. Durante esse ano, foram realizadas milhares de atividades em diversos pontos do planeta. Essa Marcha foi um sinal pela Paz e pela Não Violência em um mundo violento que vive tempos de tormenta.

Os pecados do Haiti

Em um recente artigo, o escritor e sociólogo uruguaio Eduardo Galeano traça um breve histórico da nascente e tortuosa democracia no Haiti. Começa dizendo: “A democracia haitiana nasceu há um instante. No seu breve tempo de vida, esta criatura faminta e doentia não recebeu senão bofetadas”. Confira o artigo completo a seguir.

Comunidade para o Desenvolvimento Humano lança a campanha “10 mil voluntários pela não-violência”

Em um encontro mundial na Argentina, a Comunidade para o Desenvolvimento Humano, associação internacional humanista ativa no âmbito social e cultural que, com a nova campanha internacional “10 mil voluntários pela não-violência ativa”, pretende dar continuidade às atividades realizadas durante a Marcha Mundial pela Paz e a Não Violência.

Marcha Mundial pela Paz passa pelos parques de estudo e reflexão

Rafael de la Rubia falou no Parque de Estudo e Reflexão de Toledo, na Espanha, sobre o significado que têm os parques, que irradiam uma mensagem de paz e não-violência. “Tivemos essa experiência ao visitar cada um dos Parques, buscando a inspiração necessária para dar continuidade à viagem da equipe internacional nesta Marcha”, disse o porta-voz mundial.

Mauricio de Sousa ganha prêmio do escritório das nações unidas e apoia a Marcha Mundial

No dia 9 dezembro, durante a celebração do “Dia Internacional contra a Corrupção”, em Brasília, Mauricio de Sousa recebeu do “Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime – UNODC” um prêmio por sua contribuição no combate e na prevenção à corrupção.O prêmio foi entregue durante um evento realizado em conjunto com a “Controladoria-Geral da União”.

1 135 136 137 138 139 142