CONTO

 

 

Por Valéria Soares

 

 

Apagou o número do telefone dele. Excluiu-o de suas redes sociais Respirou fundo.

Caminhou sem olhar para trás. A vida estava apenas começando. O passado deixava de existir, o presente era ótimo, o futuro…”Pra que pensar no futuro se ele é uma incógnita?”

Comprou roupas novas, mudou o corte de cabelo..

Respirou fundo.

Havia tanto por fazer, tanto por experimentar.

Viveria agora só no presente! Dádiva absoluta!

Não se lembrava de nada: do telefone, das redes sociais… Esqueceu-se do amor, da saudade, do desejo, da paixão, do arrepio, do toque…

Presente. Dádiva absoluta! Sinônimo de felicidade! Recomeço!

O cabelo tornou a crescer, as roupas ficaram velhas e todos os dias ela respira fundo e se lembra de esquecer.