“No decorrer da história, o Ser Humano protagonizou múltiplas revoluções em numerosos campos. Estes saltos não lineares produziram-se em momentos nos quais a organização social e os valores vigentes já não davam resposta às necessidades de conjuntos humanos em crescimento. Essa é a situação no momento atual a nível mundial. Por esta razão, é de grande importância e do mais alto valor moral dar força a um Novo Humanismo Universalista.

O novo Humanismo Universalista considera o ser humano como um valor e como um interesse central; afirma a igualdade de todos os seres humanos; reconhece a diversidade pessoal e cultural; promove o desenvolvimento do conhecimento para além do que é aceite ou imposto como verdade absoluta; afirma a liberdade de ideias e crenças; rejeita a violência.”

Com esta declaração, o Centro Mundial de Estudos Humanistas lançou o novo site multilingue https://www.humanistdocument.org/ com o objetivo de promover uma campanha de adesão ao Documento Humanista, tornado público em 1993 no livro “Cartas aos meus amigos, sobre a crise pessoal e social no mundo atual”, de Silo, fundador do Movimento Humanista.

“Neste momento de grande crise é necessário divulgar e aprofundar os elementos básicos do Documento Humanista como uma resposta coerente e completa à situação que temos que viver, mas ainda mais como um instrumento essencial para a união de todos os humanistas do mundo”.

No site é possível aderir ao Documento (https://www.humanistdocument.org/adesione-pr/) e aderir aos grupos de base mais próximos do Centro Mundial de Estudos Humanistas ou fundar um novo.