Cobaias humanas

07.06.2020 - Rio de Janeiro, Brasil - Guido Mendes

Cobaias humanas
Ilustração de Carlos Contente
POEMA

 

 

Cobaias Humanas é uma reflexão sobre o homem, seus sistemas e insignificancias. A morte que se esgueira em forma de vírus e abala todas as nossas crenças. Um prato cheio para a emoção humana entrar na história e nos revelar que a morte, ou o medo dela, sempre nos acompanha, mas nunca nos impedirá de criar… poesias, músicas e laços, mesmo quando nos rouba os abraços.

 

Eu vi na TV
Que hoje é o dia da morte
Mas, só para quem tiver sorte

Um rei invisível
Uma larva que assusta
E nos perfura por dentro

Rouba-me o ar
A vontade de amar
E me prende no armário

Silencia a voz
Sangra o beijo
O abraço e os laços

Vírus que mata
Pior do que fome
Que a arma apontada
Para o corpo no asfalto

Vírus de longe
Dos vampiros doentes
Vírus de dentro

Micróbios de mim

Virus mutante
Que entra na língua e sufoca os beijos
Que ainda não dei

Virus de deus
Do castigo que mata
Da luz que nos cega
Que viola e nos rasga

Vírus que leva
A metade do mundo
Frágil e que se dissolve
Num lavar das mãos

Virus que muda
O pilar do poder
Na cruz,
sepultura
Aqui jazz capital.

 

Veja a seguir “Cobaias Humanas” música feita por Erivelton Marks, a partir do poema.

Categorias: Ámérica do Sul, Cultura e Mídia
Tags: , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.