Sonia Guajajara na ONU: “A luta pela Mãe Terra é a mãe de todas as lutas”

27.09.2019 - São Paulo, Brasil - Mídia NINJA

This post is also available in: Espanhol

Sonia Guajajara na ONU: “A luta pela Mãe Terra é a mãe de todas as lutas”
(Crédito da Imagem: Mídia Ninja)

Sonia Guajajara, coordenadora da APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – falou na Cúpula do Clima da ONU em Nova York, e em seu discurso, reforçou a disposição dos povos indígenas do Brasil na manutenção do meio ambiente e como devemos todos encampar essa luta juntos “Nós vamos seguir lutando, e queremos lutar junto com vocês porque a luta pela Mãe Terra é a mãe de todas as lutas!”

Confira o discurso na íntegra:

“Estou contente por estar aqui e sei que milhões de pessoas no mundo inteiro estão ansiosas para ajudar a deter os incêndios na Amazônia, na Ásia e na Bacia do Congo.

Neste momento, a imagem da Amazônia em chamas está no mundo inteiro, essa imagem me aterroriza, tenho certeza que a vocês também. Quem queima não são só as árvores, o solo, o ar, os rios. Somos também nós, o povo da floresta. Queima a nossa história e as nossas formas de Viver.

  • Aqui está um esforço que acredito que pode ajudar.
  • Fiz parte do lançamento da iniciativa inter-religiosa pelas florestas tropicais no Centro do Prêmio Nobel da Paz em Oslo, há dois anos.
  • Eu também ajudei a apresentar a declaração e agenda de ação de « Fés pelas Florestas » na Assembleia Mundial das Religiões pela Paz, há algumas semanas.
  • E sou membro do Conselho Consultivo da Iniciativa Inter-Religiosa pelas Florestas Tropicais no Brasil.
  • Estou dedicando meu tempo a esta iniciativa porque vejo que ela tem um enorme potencial.
  • Tem o potencial de gerar um novo impulso para a proteção das florestas e dos direitos dos povos indígenas. As nações indígenas brasileiras desde o primeiro contato com a supremacia branca , foi uma história de resistência e 2019 é um ano de ameaças à sobrevivência indígena no Brasil: Corremos risco de vida com a visão integracionista e assimilacionista do Governo atual que aposta no confronto e no divisionisionismo entre os povos .
  • Trabalhando juntos, há tanta coisa que pode ser feita por líderes religiosos inicialmente em parceria com povos indígenas no Brasil, Colômbia, Peru, Congo e Indonésia, mas é um convite sem fronteiras para todos os continentes e juntos precisamos descarbonizar a mente dos chefes das nações, restaurar seus pensamentos e reflorestar o coração das pessoas para o bem-estar de toda a sociedade. Esta pode ser uma nova e poderosa aliança, e é ao mesmo tempo encorajador e energizante ver a crescente preocupação com estas questões.
  • Acolhemos líderes influentes de religião e fé para trabalhar conosco, para ajudar a chamar a atenção do mundo para os desafios que enfrentamos, mas também para estar ao nosso lado quando enfrentamos ameaças e perigos por causa da luta que fazemos em defesa da mãe terra  e de todos os povos do planeta.

No mês de Agosto a primeira Marcha das Mulheres indigenas chamada pelas mulheres indigenas do Brasil, convocou todas as mulheres pra marchar junto na construção do Bem viver para todas as sociedades e equilíbrio do Meio ambiente. Nós vamos seguir  lutando , e queremos lutar junto com vocês  porque a luta pela Mãe Terra é a mãe de todas as lutas!”

Categorias: Ámérica do Sul, Assuntos indígenas, Ecologia e Meio Ambiente
Tags: , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.