Nova Zelândia aprova com 119 de 120 legisladores projeto para restringir armas no país

03.04.2019 - São Paulo, Brasil - Mídia NINJA

This post is also available in: Francês

Nova Zelândia aprova com 119 de 120 legisladores projeto para restringir armas no país
Primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern. (Crédito da Imagem: Mídia NINJA)

O Parlamento da Nova Zelândia aprovou em primeira votação, com apoio de 119 dos 120 congressistas, um projeto de lei para restringir a posse de armas no país. A votação teve apoio de congressistas tanto liberais quanto conservadores.

Essa foi a primeira de três votações pelas quais o texto passará antes de virar ser sancionado. A medida quer proibir os cartuchos de alta capacidade e os tipos de armamento semiautomático, de estilo militar, usados no massacre do mês passado em duas mesquitas, na cidade de Christchurch, deixando 50 pessoas mortas.

No dia 20 de março, a premiê neozelandesa, Jacinda Ardern, anunciou que a venda desse tipo de arma seria proibida no país a partir de 11 de abril.

Mais de 14 mil pessoas, afirma a Associated Press, assinaram uma petição entregue ao Parlamento que diz que as mudanças legislativas são “injustas” para cidadãos que obedecem à lei e que estão sendo motivadas por emoções.

Categorias: Não violência, Oceânia, Paz e Desarmamento
Tags: , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.