Justiça do Chile conclui que Pinochet desviou dinheiro público

27.08.2018 - Chile - Deutsche Welle

This post is also available in: Espanhol

Justiça do Chile conclui que Pinochet desviou dinheiro público
(Crédito da Imagem: Annais Ferreira)

Sentença do Supremo aponta que ex-ditador contou com ajuda de ex-militares para desviar 17 milhões de dólares. Recursos foram escondidos em contas no exterior.

Após 14 anos, a Justiça chilena encerrou nesta sexta-feira (24/08) o “Caso Riggs”, a investigação sobre desvio de dinheiro público por parte do ex-ditador Augusto Pinochet.

Em decisão final sobre o caso, os membros da Suprema Corte do país condenaram os quatro ex-militares Gabriel Vergara Cifuentes, Juan Ricardo Mac Lean Vergara e Eugenio Castillo Cádiz por cumplicidade com Pinochet no desvio de 17 milhões de dólares (73 milhões de reais) para contas secretas do Riggs Bank, um antigo banco sediado nos Estados Unidos.

Leia artigo completo na DW

Categorias: Ámérica do Sul, Direitos Humanos, Opinião
Tags: , , , ,

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.