Elizabeth Rhodes, da Y Combinator, está estudando os efeitos da renda básica para pessoas e famílias

31.08.2018 - Redação São Paulo

This post is also available in: Espanhol, Francês

Elizabeth Rhodes, da Y Combinator, está estudando os efeitos da renda básica para pessoas e famílias

Se os resultados da pesquisa forem positivos, o próximo passo é encorajar os políticos a explorá-la mais seriamente

Elizabeth Rhodes, diretora de pesquisa do Y Combinator Basic Income Project, vive em Ockland, Califórnia. Ela estava terminando seu PhD quando Sam Altman, o presidente da Y Combinator, decidiu que queria fundar um estudo de renda básica e convidou-a para fazer parte dele.

Eles estão planejando um grande teste aleatório de controle de Renda Básica nos Estados Unidos, mas começaram há um ano com um pequeno estudo de visibilidade em que tinham seis pessoas e lhes deram US$ 15.000 por mês. A ideia era primeiro estudar a logística, como eles pagariam às pessoas, como isso afetaria suas vidas: “Casualmente aprendendo a fazer um estudo como esse”, disse Elizabeth. A equipe de pesquisa está atualmente expandindo o projeto por mais seis meses.

Segundo a Elizabeth, está começando a ser entendido o que é a renda básica. “Os atuais programas de redes de segurança não são eficazes para ajudar, eles fazem um ótimo trabalho para reduzir a pobreza pela metade, mas ainda há muita pobreza e as pessoas não têm a liberdade de definir suas vidas”, acredita.

Y Combinator não defende a renda básica, mas está trabalhando na coleta de dados para tentar entender como ela poderia funcionar nos Estados Unidos. Se os resultados forem positivos, o próximo passo é encorajar os políticos a explorá-la mais seriamente.

Por enquanto, eles não têm resultado e definir o que significa sucesso é difícil: “Estamos buscando melhorias na saúde ou saúde mental, no bem-estar subjetivo… Estamos estudando um exame holístico dos efeitos desse dinheiro incondicional para os indivíduos e casas”, disse Elizabeth.

A Renda Básica é o projeto futuro para Elizabeth: “Sempre trabalhei na luta contra a pobreza, vendo como o sistema existente não está levando as pessoas a definirem suas vidas da forma que aquelas com o conforto financeiro e apoio familiar. Eu realmente acho que é uma maneira possível de fornecer isso, eu não sei se funcionaria nos Estados Unidos ou como isso funcionaria, mas estou interessada em explorar ideias ousadas e transformadoras e o potencial que elas têm”.

Categorias: Direitos Humanos, Política
Tags:

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.