A Covid-19 deixou muitas consequências ou sequelas em pessoas que transitaram pela doença, algumas das quais graves, como, por exemplo, problemas cardiovasculares e pulmonares, depressão, entre outras. Para discutir sobre essa questão a Academia Brasileira de Ciências (ABC) realizará, nesta terça-feira, 9/11, às 16, horas, o webinário “Complicações pós-covid: alerta ao sistema de saúde”.

O evento acontece devido à importância de o sistema de saúde estar alerta para organizar serviços de atendimento e reabilitação referentes a essas sequelas, a fim de atender às necessidadesde milhares de pessoas em todo o país. As evidências mostram que, em consequência da Covid-19, um número significativo de pacientes evolui com alterações funcionais transitórias ou mesmo sequelas, que podem acometer diferentes órgãos e sistemas, com variados níveis de gravidade e necessidade de intervenção.

Alterações funcionais decorrentes da Covid envolvem desde casos de fadiga crônica, que em algumas séries acometem cerca de 50% dos pacientes, independentemente da gravidade do episódio de doença original, e até mesmo alterações cognitivas, quadros de depressão, disfunções metabólicas, cardiovasculares e pulmonares.

Para debater essas questões estará presente a médica pneumologista e doutora em medicina Margareth Dalcolmo, que é pesquisadora Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), professora da pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), eleita para presidir a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia no biênio 2022-2024. Ela Integra, ainda, comitês científicos de especialistas em diversas entidades nacionais e internacionais, inclusive da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Banco Mundial.

Participará também o médico, doutor em clínica médica e professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Mario Saad. Ele coordena o Laboratório de Pesquisa em Obesidade e Diabetes desta mesma universidade e suas pesquisas têm foco em mecanismos moleculares de resistência à insulina. Saad é Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico e membro titular da ABC.

O Professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Universidade McMaster (Canadá), Flavio Kapczinsky completa o quadro de debatedores. Ele é médico psiquiatra e suas áreas de interesse são o transtorno bipolar e sintomas psiquiátricos pós-Covid. É um dos autores médicos brasileiros mais citados na área de saúde mental e medicina em geral. É também membro titular da ABC.

Os moderadores serão o presidente da ABC, Luiz Davidovich (UFRJ) e o Acadêmico Arnaldo Colombo (Unifesp). As pessoas interessadas em participar do evento poderão se inscrever através do site da ABC (http://www.abc.org.br/). As inscrições são gratuitas e os participantes eram direito a certificado. O evento será transmitido através do link www.abc.org.br/transmissao.