MÚSICA

Por Renan Simões

 

Guerrinha é um projeto solo de Gabriel Guerra, ex-integrante dos grupos Dorgas e Séculos Apaixonados, e um dos responsáveis pelo selo 40% Foda/Maneiríssimo. Wagner, seu álbum de estreia de 2018, se apresenta como uma contribuição à história ainda não contada da vida noturna carioca. Além de corresponder a essa expectativa, o artista também consegue compor uma trilha sonora perfeita para a noite de qualquer lugar do mundo, inclusive a de nossas mentes.

O clima geral é elegante e letárgico, conduzindo-nos a um estado entorpecido de contemplação. O resultado sonoro é algo que pode ser definido como um smooth jazz de outro planeta, bem econômico em relação aos materiais, construído a partir de sons sintéticos, e que casam perfeitamente com o contexto.

A absurda unidade entre as oito faixas do álbum, e a imperiosa necessidade de considera-las como uma coisa só, quase nos impede de discorrer sobre destaques: quase todas têm ótimos momentos e consistem, cada qual à sua maneira, em peças deste quebra-cabeças de 18 minutos de duração.

Guerrinha, Wagner, o mundo noturno de todos nós! Ouça, desfrute, reflita, repasse: