Concerto Cósmico pelo Mês Global da Astronomia 2021

07.06.2021 - Seul, Coreia do Sul - Bereket Alemayehu

This post is also available in: Inglês

Concerto Cósmico pelo Mês Global da Astronomia 2021
MÚSICA

 

Todo ano, o mês de abril é uma época especial para aspirantes a astrônomos e observadores de estrelas por todo o mundo: nele, comemora-se o Mês Global da Astronomia. Como é a sensação de ir a um Concerto Cósmico online organizado pela Astrônomos sem Fronteiras?

Na verdade, a sensação foi a transmitida pela frase “Um só povo, um só céu”, como diz orgulhosamente o lema da organização. Sendo parte da comunidade ASF desde 2012, senti que o concerto foi uma motivação para refletir sobre nossa existência profunda enquanto um só povo no planeta Terra, parte da Via Láctea e do universo infinito lá fora.

O concerto cósmico realizado pelo pianista Giovanni Renzo no dia 29 de abril deste ano foi um acervo de composições e improvisações idealizado como uma exploração visual e poética do universo. A performance de Giovanni foi inspirada por vídeos e fotos de alguns dos melhores fotógrafos do mundo: Valentin Grigore, Gary Varney, Hubble/ESA.

A apresentação combinou música e vídeos de astronomia em um fluxo natural de melodias e imagens espetaculares. Giovanni tem uma antiga fascinação pela relação entre música e astronomia, como, por exemplo, mapas estelares se transformando em partituras e composições baseadas no ritmo do pulsar. Desde 2010, ele é convidado pelos Astrônomos sem Fronteiras para se apresentar ao vivo durante o Mês Global da Astronomia. O evento online foi um dos eventos de mais sucesso do programa geral.

Pessoalmente, o concerto lembrou-me de duas memórias, de quando eu era um jovem estudante, há muitos anos. Assim como muitos jovens que sonham em ser astronautas, ganhei um CD da NASA. Ainda o tenho comigo, com uma etiqueta que diz “Imagine o Universo: STARCHILD.” O disco estava cheio de diferentes imagens e fotografias do nosso fascinante universo, junto com uma breve explanação escrita por um astrônomo profissional. A segunda memória foi da primeira vez que observei as estrelas da Via Láctea nos planaltos centrais da Etiópia, numa altitude de três mil e duzentos metros acima do nível do mar, durante férias com amigos próximos em setembro de 2011. A vívida e especial experiência da vista do céu associou-se com a popular declaração de Carl Sagan em seu livro Um Pálido Ponto Azul:, Uma Visão do Futuro da Humanidade no Espaço, comumente citada como “Olhe de novo esse ponto. É aqui. É a nossa casa. Somos nós. Nele, todos que você ama, todos que você conhece, qualquer um sobre quem você ouviu falar, cada ser humano que já existiu, viveram suas vidas.” O mesmo deslumbramento e a mesma imaginação do espaço sideral servem de inspiração para as minhas empreitadas criativas.

 

Aqui está uma breve apresentação da Astrônomos sem Fronteiras, retirada do site da organização: www.astronomerswithoutborders.org

Limites desaparecem quando olhamos para o céu

UM SÓ POVO, UM SÓ CÉU

Todos nós dividimos o mesmo céu, e a Astrônomos sem Fronteiras une o mundo para compartilhar nossa paixão pela astronomia e pelas maravilhas do universo.

Observar os projetos faz as pessoas se unirem e compartilharem atividades umas com as outras.

Projetos de apoio permitem que os países desenvolvidos compartilhem conhecimento e que todos possam aproveitar as maravilhas do céu noturno.

Programas noturnos reúnem todos em tempo real para observação remota.

E, ao olharmos para o céu, juntos, aprendemos uns com os outros e criamos laços duradouros, independente do país ou da cultura.

É esse laço entre as pessoas que a Astrônomos sem Fronteiras espera incentivar. Uma breve mensagem ou um pequeno telescópio podem se transformar em relações duradouras, gentilezas e amizades pelo mundo. A compreensão substitui a ignorância e desconfiança. Imagens na redes sociais são substituídas pelo rosto de pessoas reais. Relacionamentos, apoio e conexões pessoais substituem estereótipos.


Traduzido do inglês para o português por Felipe Balduino / Revisado por Larissa Dufner 

Categorias: Asia, Cultura e Mídia
Tags: ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.