MODA

 

 

 

Jeferson Araujo, o artista que coleciona impressionantes números no Instagram com a criação de filtros em Realidade Aumentada acaba de lançar Rampage, que imprime tatuagens por todo o corpo. Para este filtro ele usou a tecnologia “segmentação de pele”, nova ferramenta do Instagram. Mal lançou e já está sendo usado por artistas, como Maytte Araneda e Paige Piskin, também criadoras de filtros virais.

Jeferson Araujo, autor do filtro oficial do filme “Cruella”, dos Estúdios Disney, alcança números de tirar o fôlego. Somente seu filtro Angel chegou a 9,1 bilhões de impressões (visualizações), com 672,4 milhões de aberturas (a pessoa experimenta mas não compartilha) e 243,7 milhões de capturas, com 23,6 milhões de compartilhamentos.

Recém-formado em arquitetura, começou a publicar seus filtros em março do ano passado. Literalmente se viu transformado em fenômeno da internet da noite para o dia. Seu filtro Glitter chegou à cantora Anitta, que por dias seguidos o compartilhou para seus seguidores. “Depois disso, eles se espalharam para muitos artistas, e muitos deles se tornaram meus clientes, como Pabllo Vittar e Flávia Alessandra”, conta Jeferson. Todos os filtros usados por Pabllo Vittar (Daytona, Salvatore,Gatto, por exemplo)foram criados por ele, como o Rajadão, baseado em seu clipe. Com exceção de dois, também todos os filtros da atriz Flávia Alessandra são criação dele. Uma das rainhas da pandemia, a cozinheira, apresentadora e escritora Rita Lobo, também se tornou sua cliente, e para ela Jeferson criou o filtro que dá vida à personagem Irrita Lupo, alter ego de Rita, com receitas engraçadas e irônicas em crítica aos negacionistas.

A lista de artistas que usam seus filtros é imensa. Em fevereiro deste ano, Madonna compartilhou por dois dias seguidos seu filtro Gurl, um aplicado nela mesmo, e outro em uma de suas filhas gêmeas, com a legenda “Can’t Stop Won’t stop. ………………. addicted to this filter”, em que marca sua amiga Stella McCartney. A atriz Dove Cameron postou em abril uma foto com o filtro Stacy, que agora está nos destaques de seu perfil.

Jeferson Araujo deseja agora compartilhar seus saberes com jovens criadores, e formar mercado no país. “Sou mais conhecido no circuito internacional de criadores do que no Brasil”, diz. Escolhido pelo Snapchat como um dos criadores oficiais de filtros (Official Lens Creator), o artista agora se dedica a aprofundar seus estudos em modelagem 3D, para dar o passo seguinte, que é trabalhar com Realidade Virtual (VR, na sigla em inglês), um passo à frente da Realidade Aumentada com que trabalha. “A realidade virtual não é apenas a transformação do mundo real, mas a criação de todo um universo”, observa. Em breve será anunciado um curso em parceria com uma plataforma de cursos líder no mercado.

 

 

Divulgação
Divulgação
Divulgação