OMS analisa as vacinas COVID-19

07.01.2021 - Santiago de Chile - Redacción Chile

This post is also available in: Espanhol

OMS analisa as vacinas COVID-19
(Crédito da Imagem: Juan Carlos Marín)

A Organização Mundial da Saúde está revendo as vacinas COVID-19 da AstraZeneca e outros desenvolvedores chineses para possível aprovação para uso emergencial, depois que a agência de saúde da ONU autorizou a fórmula da Pfizer e BioNTech em 31 de dezembro.

“Estamos revendo algumas das vacinas da China, bem como a vacina da AstraZeneca. Estamos em discussões e iniciando processos com outras vacinas”, disse a diretora de imunização da OMS, Kate O’Brien, pedindo aos desenvolvedores de vacinas que enviem dados sobre candidatos promissores.

De acordo com um estudo brasileiro, Coronavac é 78% eficaz contra o Covid-19. O bem político do governador Doria, que se opõe a Bolsonaro, depende da imunização, que também evita 100% dos casos moderados e graves da doença.

Os dados estão sendo apresentados à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) uma vez que o Instituto Butantan fará o pedido de registro de emergência referente ao imunizador a ser produzido no país, que foram revisados na Áustria pelo Comitê Internacional Independente, que acompanha os ensaios.

O órgão estadual patrocinou o estudo da Fase 3, o mais recente, para a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês.

Por sua vez, o Peru tem dois contratos até agora para a chegada de mais de 50 milhões de vacinas das empresas farmacêuticas Sinopharm e AstraZeneca/Oxford. O primeiro lote de um milhão chegará em janeiro, informou o governo.

Estão em andamento no país ensaios clínicos de duas vacinas candidatas da empresa farmacêutica chinesa Sinopharm, consistindo de duas doses cada uma. Além disso, seus pares AstraZeneca/Oxford, Curevac e Johnson & Johnson estão no mesmo caminho.

 

Categorias: Ámérica do Sul, Saúde
Tags: , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.