O que esperamos de 2021? Desistir não é uma opção

16.12.2020 - Brasil - Nós, mulheres da perifería

O que esperamos de 2021? Desistir não é uma opção

Redação Nós Mulheres da Periferia

Diante desse contexto cheio de incertezas, a esperança ainda permeia o sentimento de cada uma das entrevistadas.

Perguntamos para mulheres que entrevistamos em 2020 o que esperam para o ano de 2021. A pandemia deixou marcas e muitos desafios foram enfrentados pelas moradoras das periferias.

A Covid-19 assustou, mas não fez esmorecer. Diante desse contexto cheio de incertezas, a esperança ainda permeia o sentimento de cada uma das entrevistadas.

Assista ao vídeo

Relatos

É o caso da professora de dança de Bia Gabroshi, moradora de Ermelino Matarazzo, Zona Leste da cidade de São Paulo, que busca em 2021 trabalho e prosperidade.

“Eu espero que as minhas aulas presenciais do Track da Quebrada voltem, obviamente, mantendo as aulas online, porque super rolou durante a pandemia”, disse.

Esperança compartilhada pela economista e fundadora da NoFront – Empoderamento financeiro, Gabriela Chaves,  moradora do Butantã, zona oeste da cidade de São Paulo.

“Que a gente consiga retomar o emprego, porque estamos vivendo um momento de retração econômica muito grande”, frisou.

Para a estudante Hamangaí Pataxó, mulher indígena, moradora do Recôncavo da Bahia, o respiro por tempos melhores está também nas mãos da juventude.

“Que a juventude se levante cada vez mais, para lutar por seus direitos e pela garantia das nossas vidas”, elencou.

Dar aquele abraço apertado, sem preocupações é a vontade da promotora legal popular e cofundadora do Coletivo Flores de Baobá Joice Aziza, moradora de Caieiras (SP).

“Que tenhamos a vacina da Covid-19, logo no primeiro semestre, e que a gente possa se encontrar e dar abraços calorosos”, ressaltou.

A vacina e imunização de todos também é o desejo da ajudante geral Raimunda Benício, moradora de Taboão da Serra (SP).

“Eu quero acreditar, que em 2021 a gente possa ter a vacina, a imunização de todos, que as crianças possam voltar para escola”, pontuou.

Todas elas demonstraram vontade e persistência para continuar reinventando.

Categorias: Ámérica do Sul, Diversidade, Entrevista, Gênero e feminismos, Video
Tags: , , , , , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.