Utopias ou distopias. Os povos da América Latina e do Caribe na era digital

02.06.2020 - Foro de Comunicación para la Integracion de NuestrAmérica (FCINA)

This post is also available in: Espanhol

Utopias ou distopias. Os povos da América Latina e do Caribe na era digital

A atual pandemia veio agravar a dependência social das tecnologias digitais. Isto consolidou o poder pré-existente das grandes empresas, acentuando simultaneamente a vigilância e o controle sobre os cidadãos.

Sem dúvida, o domínio digital sob um regime de grandes dados (Big Data) e inteligência artificial irá acelerar com a atual crise. A questão-chave é, então, qual a sociedade digital e sob que modelo será dominada pelas grandes empresas digitais, de extração e exploração de dados, com ou sem consentimento, orientada para os seus lucros privados e para os interesses dos seus clientes empresariais ou estatais? Ou será um modelo sob controle democrático dos cidadãos, com primazia para o interesse público e para o bem-estar da maioria?

Tendo em conta a insuficiente inserção, na agenda pública da América Latina e Caribe, da discussão sobre os impactos da era digital nas aspirações de progresso equitativo dos povos e o carácter disperso e fragmentado das respostas populares à esta realidade, a Conferência “Utopias ou Distopias – Os povos da América Latina e das Caribe face à era digital” pretende estabelecer um plano comum de ação.

Esta iniciativa visa compreender as características e a orientação atual do sistema tecnodigital e identificar estratégias de luta que estejam ligadas de forma transversal, setorial e territorial, e que exprimam as exigências dos cidadãos e das organizações populares a fim de travar o avanço das transnacionais da tecnologia digital na nossa autodeterminação.

Simultaneamente, as Conferências procuram reforçar o intercâmbio integral, permanente e inclusivo de iniciativas e ações em curso ou a planejar e estabelecer mecanismos para uma maior cooperação entre elas.

Para além do planejamento de ações comuns e por setor, entre os eixos fundamentais da proposta constam a geração de propostas de políticas públicas a adotar e a coordenação de campanhas de sensibilização, clarificação, formação e ação conjunta entre os intervenientes coletivos.

Finalmente, é necessário visualizar e explorar paradigmas alternativos de desenvolvimento que contestem os significados civilizatórios e culturais.

O espírito deste projeto não se limita à mera denúncia, mas visa avançar no sentido da apropriação tecnológica e da soberania. Trata-se de uma mudança cultural. O mundo que virá será diferente daquele em que viemos e queremos construir o mundo a que aspiramos.

Ao contrário dos atuais ambientes multissetoriais que lidam com estas questões, completamente permeados pelo setor empresarial privado, a disputa entre utopias ou distopias exige um encontro entre organizações e movimentos sociais, academias, iniciativas de ativismo tecnológico e redes de comunicação popular.

Contacto: fsi-alc@internetciudadana.net

Categorias: Assuntos internacionais, Cultura e Mídia, Direitos Humanos, Internacional, Nota de imprensa
Tags: , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.

maltepe escort