Acompanhar à distancia… para ninguém morrer só

30.04.2020 - Barcelona, Cataluña - REHUNO - Red Humanista de Noticias en Salud

This post is also available in: Espanhol, Francês

Acompanhar à distancia… para ninguém morrer só
(Crédito da Imagem: pixabay)

Continuamos com estas breves notas e reflexões que acreditamos que possam ajudar nas situações que nos tocam viver no cotidiano. Hoje falaremos de «estar e acompanhar» à distância nossos entes queridos.

Atravessamos tempos crueis. Não é somente os medos pessoais e sociais que invadem nossa consciência. É também a morte de seres queridos ou de pessoas conhecidas das quais não podemos nos despedir, o que nos coloca numa triste situação. A pessoa querida que está partindo deste mundo e que não pudemos ver, não pudemos tocar, não pudemos ouvir, não pudemos acompanhar. Esta situação está se tornando penosa para muita gente.

Nesta breve reflexão queriamos convidar cada um de nós a vermos juntos estas situações de uma outra forma. A distância física não é impedimento para o acompanhamento pessoal, emocional e espiritual daqueles entes queridos com quem nos relacionamos. Podemos acompanhá-los!

Precisamos fazer um esforço para que no nosso interior compreendamos que não é o corpo físico que nos une à pessoa querida. Nós seres humanos não somos somente um corpo. Nossas emoções, aspirações, nossas ideias e nossas buscas refletem nossa profunda dimensão existêncial, psicológica e espiritual. É pois desde aí que podemos conectar e comunicar em profundidade com as demais pessoas.

Quando essa pessoa querida está partindo, ainda que esteja fisicamente distante, podemos acompanha-la, e ela ou ele sentirá nossa presença! E nós também!

O acompanhamento não depende do contacto nem da proximidade física de quem queremos acompanhar. O acompanhamento depende da força que colocamos no sentimento quando pensamos nas pessoas.

Propomos uma prática simples que realizada com fé, ajudará a tomar contato com os seres queridos que estão partindo ou que estão passando por momentos muito significativos:

… Feche os olhos…

…Respire fundo…relaxe seu corpo… sua mente …

… Tente então sentir a presença desses seres queridos que você quer acompanhar …

… Sinta com força a presença … Sinta o contato com elas… Todo o seu ser sente a presença e o contacto com aqueles seres queridos que desejamos acompanhar à distância… Deixe, sem temor, que suas emoções positivas cheguem a eles… compartilhe com eles suas melhores recordações …compartilhe com eles a experiência de paz, do amor e da suave alegria!

Somos muito mais do que um corpo, um número ou um algarismo. Nestas épocas de tanta necessidade, acompanhemos e ajudemos de maneira a que ninguém morra só. Acompanhemos outros com a proximidade e o contato profundo que a distância não deve inibir. Está ao alcance de todas e todos.

Categorias: Internacional, Opinião, Saúde
Tags:

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.