Bolsonaro quer transformar indígenas em garimpeiros

18.02.2020 - São Paulo, Brasil - Mídia NINJA

Bolsonaro quer transformar indígenas em garimpeiros
(Crédito da Imagem: Mídia NINJA)

Bolsonaro voltou a defender a mineração em terras indígenas em mais um dos inúmeros ataques aos povos originários, dessa vez durante inauguração de trecho pavimentado da BR-163 em Altamira (PA).

“Apresentamos um projeto que não quer apenas dar direito a que se garimpe em terra indígena”, explicou. “Nós queremos que o índio tenha o mesmo direito que seu irmão ao lado, fazendeiro, tem, de garimpar, cultivar, arrendar sua terra, se for o caso construir PCH (Pequena Central Hidrelétrica), construir hidrelétricas. O índio é nosso irmão e estamos buscando integrá-lo à sociedade”.

A deputada federal Joenia Wapichana, a única parlamentar indígena do Congresso Nacional, define o projeto de lei como “inadequado, inconstitucional e não contribui em nada para a consolidação dos direitos indígenas”.

A proposta do PL 191 apresentada pelo Governo Federal quer legalizar a mineração, construção de hidrelétricas, exploração de petróleo, agricultura, pecuária, garimpo e outras atividades econômicas em terras indígenas pelo país.

Não é de hoje que Bolsonaro se declara inimigo dos povos indígenas. Desde a campanha eleitoral, exalta frases afirmando que se dependesse dele não haveria mais 1 cm de terra demarcada.

Não só o governo quer acabar com a demarcação das terras indígenas, como pretende liberar atividades predatórias que vão trazer sérios danos ambientais, além de promover o extermínio de povos originários do Brasil.

Categorias: Ámérica do Sul, Assuntos indígenas
Tags: , , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

 

Caderno de cultura

Cuaderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Milagro Sala

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.