Atingidos pela barragem da Vale marcham de BH a Brumadinho

18.01.2020 - São Paulo, Brasil - Redação São Paulo

Atingidos pela barragem da Vale marcham de BH a Brumadinho
Marcha de atingidos passa por Belo Horizonte, Pompéu, Juatuba, Betim e Brumadinho (Crédito da Imagem: Isis Medeiros)

Brasil de Fato

Entre os dias 20 e 25 de janeiro, diversas atividades acontecem em municípios da Região Metropolitana afetados pela lama

A Marcha dos Atingidos pelo crime cometido pela Vale, em 25 de janeiro de 2019, quando a barragem em Córrego do Feijão rompeu, deixando 272 mortos, começa na segunda (20) em Belo Horizonte. Durante seis dias, mais de 350 moradores afetados pela lama percorrerão 300 quilômetros até a cidade de Brumadinho. A chegada está prevista para o sábado (25).

A programação da marcha começa às 9h de segunda, com concentração na Praça do Papa. De lá, o ato segue para o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, onde haverá a abertura oficial da jornada. Nesse mesmo dia, os atingidos saem em direção a Pompéu, onde estão previstas atividades no dia 21. A marcha ainda passa por São Joaquim de Bicas e Betim (Citrolândia).

Nas cidades acontecem debates, seminários, atos públicos e atividades culturais. Na sexta (24), em Citrolândia, haverá um ato com o ex-presidente Lula.

Já no sábado (25), as atividades organizadas pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) se somam a ações do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Arquidiocese de Belo Horizonte, que neste dia promove a 1ª Romaria da Arquidiocese de Belo Horizonte pela Ecologia Integral em Brumadinho.

O Brasil de Fato MG acompanha a marcha de segunda a sábado e você pode acompanhar a cobertura aqui em nosso site, em nossa página do Facebook e do Instagram. Caso queira receber notícias também pelo Whatsapp, mande um mensagem e se inscreva na nossa lista de transmissão.

Categorias: Ámérica do Sul, Direitos Humanos
Tags: , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.