Fernández declara emergência trabalhista e dobra indenização de demitidos sem justa causa na Argentina

15.12.2019 - São Paulo - Opera Mundi

Fernández declara emergência trabalhista e dobra indenização de demitidos sem justa causa na Argentina
Fernández dobrou multa para demissão sem justa causa (Crédito da Imagem: Casa Rosada)

Decreto vem após país registrar taxa de desemprego de 10,6% no último trimestre; medida vale por 180 dias

O presidente argentino Alberto Fernández assinou neste sábado (14/12) um Decreto de Necessidade e Urgência que obriga a concessão de indenização dupla para trabalhadores demitidos sem justa causa. A medida vale por 180 dias.

Em caso de demissão durante a vigência do decreto, os trabalhadores afetados terão o direito a receber o dobro da indenização correspondente de acordo com a legislação vigente.

A medida só vale para trabalhadores demitidos sem justa causa e que tenham sido contratados antes da vigência do decreto.

O decreto, que também estabelece “emergência pública” em matéria de emprego, vem após a Argentina registrar uma taxa de desemprego de 10,6% no último trimestre, número um ponto percentual superior em comparação com o segundo trimestre deste ano.

No período de setembro de 2018 a setembro de 2019, de acordo com dados oficiais, cerca de 139.000 argentinos ficaram desempregados.

 

Categorias: Ámérica do Sul, Economia, Internacional, Política
Tags: , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.