Coreia do Sul decide evitar condicionalmente fim do pacto com Japão

23.11.2019 - Seul - Agencia Brasil

Coreia do Sul decide evitar condicionalmente fim do pacto com Japão
Embaixada da República da Corei

Coreanos esperam que japoneses retirem medidas comerciais “injustas”

A Coreia do Sul anunciou hoje (22) que vai suspender “condicionalmente” o fim de um acordo militar de compartilhamento de informações com o Japão. Pelo calendário inicialmente previsto, o Acordo Geral de Segurança das Informações Militares (GSOMIA) expiraria às 12h de amanhã (23). O monitoramento eficaz da Coreia do Norte depende da continuidade desse pacto.

Em outra decisão, a Coreia do Sul também suspendeu temporariamente processo em que encaminha queixa à Organização Mundial do Comércio contra o Japão. A suspensão vai durar enquanto as negociações com o Japão sobre as políticas de controle de exportação dos dois lados continuarem, disse Kim You-geun, vice-diretor do escritório de segurança nacional de Cheong Wa Dae (sede do Executivo coreano).

Cheong Wa Dae enfatizou que o Japão deveria retirar as medidas comerciais “injustas” e normalizar suas relações com a Coreia do Sul para a continuidade da GSOMIA.

O Japão está retringindo o fornecimento de materiais químicos essenciais para a indústria de alta tecnologia da Coreia do Sul, base para a manufatura das principais exportações do país, como semicondutores, telas de LED, chips de memória e aparelhos celulares.

A restrição ao fornecimento desses produtos, cujo abastecimento é monopólio de Tóquio, foi uma reação direta a decisões tomadas no final do ano passado pela Suprema Corte sul-coreana, ordenando que as empresas japonesas Mitsubishi e Nippon Steel & Sumitomo Metal pagassem indenização pelo uso de mão de obra escrava durante a ocupação japonesa da Península Coreana na Segunda Guerra Mundial .

As decisões e a reação japonesa reacenderam um ciclo de hostilidades entre os dois países. A Coreia do Sul, em resposta, informou que também vai retirar o Japão de sua “lista branca” de parceiros comerciais mais favorecidos, status que permitia aos dois países um processamentos rápido das exportações e importações.

Apesar de a independência sul-coreana ter ocorrido há mais de 70 anos e a colonização japonesa ter durado menos de três décadas, um desconforto ainda encobre a relação das duas nações. Em Seul, além dos usuais protestos antijaponeses nas principais vias públicas da cidade, os efeitos da animosidade passaram a ser notados na vida cotidiana. Diversos supermercados e lojas de conveniência retiraram de suas prateleiras cervejas e outros produtos japoneses. Houve também boicotes organizados a lojas populares de origem japonesa. Centenas de turistas coreanos também cancelaram viagens para o Japão na alta temporada.

Estados Unidos

As preocupações foram generalizadas sobre as possíveis conseqüências do término da GSOMIA, não apenas o futuro dos laços Seul-Tóquio, mas também a aliança Seul-Washington.

Os EUA pediram à Coreia do Sul que mantenha vivo o acordo para cooperação trilateral de segurança.

O funcionário de Cheong Wa Dae enfatizou que as relações entre os países vizinhos ainda estão em uma “situação grave”, mas a decisão de suspender o vencimento da GSOMIA foi tomada em consideração ao “interesse nacional”.

“O governo espera que os laços amigáveis ​​entre Coreia do Sul e Japão sejam restaurados normalmente e continuará os esforços para isso”, disse ele.

 

Categorias: Asia, Economia, Internacional, Política
Tags: , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.

maltepe escort