Nasce a “Rede Humanista de Notícias em Saúde” (REHUNO Saúde)

09.07.2019 - Sao Paulo, Brasil - Redação São Paulo

Nasce a “Rede Humanista de Notícias em Saúde” (REHUNO Saúde)
(Crédito da Imagem: Rede de Noticias Humanistas em Saúde)

Por Jorge Pompei, Flavia Estevan, Victor Piccininni*

Quem somos nós?
Somos um grupo de voluntários de diferentes países ao redor do mundo, profissionais e/ou usuários de saúde, que querem dar voz a uma “visão humanizadora” dos sistemas de saúde a partir de uma perspectiva ampla e abrangente. Queremos colocar em palavras e imagens as notícias positivas que precisam ser destacadas e as notícias negativas que precisam ser denunciadas e que acontecem dia após dia em nosso mundo.

O que motiva a nossa existência?
Vivemos um momento de mudanças permanentes e de evolução social acelerada. Os eventos vertiginosos surpreendem diariamente e têm a mais variada direção. Em alguns casos, a direção de tais eventos são claramente negativas e desumanizante e, ao contrário, em outros casos, os fatos demonstram o avanço dos eventos e descobertas com uma clara direção “humanizadora”.

Uma “visão humanista” enfatiza a importância de difundir e promover todo evento que, no momento atual, avance na direção da humanização do mundo e na denúncia e repúdio aos atos que geram e reforçam a violência em todos os seus aspectos. Este Novo Humanismo enfatiza a necessidade de fazer do acesso à educação e à saúde de qualidade para todos os habitantes do planeta uma prioridade absoluta na escala dos valores sociais, e esta priorização (saúde e educação para todos) marcará o início pleno e verdadeiro de uma mudança social rumo a uma sociedade mais justa, solidária e não violenta.

Quando falamos de “Saúde”, incluímos nela os atributos necessários de universalidade, equidade, oportunidade e qualidade e a partir de uma perspectiva integral que considera o ser humano em sua dimensão biológica, psicológica e espiritual, constituído e constituinte de um ambiente natural e social e em uma sociedade que orienta os recursos disponíveis para que todos realizem seu direito ao bem-estar de uma vida autônoma e plena pelo maior tempo possível.

Entendemos a Saúde como a síntese de múltiplos fatores e com diversidade de setores envolvidos. Portanto, aspiramos a dar voz aos profissionais, cientistas, políticos, ativistas e a voz das pessoas em geral, porque entendemos que é entre todos que se constrói uma saúde plural e integral.

Por tudo isso, entendemos que é altamente necessário criar espaços de informação, troca e comunicação de notícias que priorizem essa “visão humanista” dos eventos em Saúde e a divulguem por todos os meios possíveis.

A REHUNO Saúde (Rede Humanista de Notícias de Saúde) será a tentativa de evidenciar e gerar notícias sobre os aspectos positivos e evolutivos que estão se desenvolvendo na área da Saúde em nosso planeta, e também denunciar os aspectos negativos dos eventos que tendem a deter esse processo.

No permanente choque e bombardeio das notícias midiáticas sobre saúde, geradas a partir de fontes e meios de comunicação com interesses variados, vemos a necessidade de gerar uma “rede de notícias”, que embora pequena e limitada em suas origens, seja claramente identificada e priorize um olhar e uma direção que visem contribuir para “humanizar a saúde” em todos os aspectos (físico, psicológico e espiritual) da vida humana.

Esta é a intenção da “REHUNO Saúde”.

“Estamos no final de um período histórico sombrio e nada será como antes. Pouco a pouco começará a esclarecer o amanhecer de um novo dia; as culturas começarão a compreender-se umas às outras; os povos experimentarão um crescente anseio de progresso para todos, entendendo que o progresso de uns poucos termina no progresso de ninguém. Sim, haverá paz e, por necessidade, entender-se-á que uma nação humana universal começa a tomar forma.” (Silo, 2004)

* Fundadores da REHUNO Saúde – Rede de Noticias Humanistas em Saúde

Categorias: Ámérica do Sul, Nota de imprensa, Saúde
Tags: ,

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.