PT e PSOL anunciam que não irão na posse de Bolsonaro no Congresso

28.12.2018 - São Paulo, Brasil - Redação São Paulo

This post is also available in: Espanhol

PT e PSOL anunciam que não irão na posse de Bolsonaro no Congresso
(Crédito da Imagem: Pablo Albarenga/Mídia NINJA)

Por Sul21

O PT anunciou nesta sexta-feira (28), em nota, que os parlamentares do partido não estarão presentes na cerimônia de posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), marcada para o dia 1 de janeiro. O presidente do PSOL, Juliano Medeiros, afirmou pelo Twitter que o partido também não participará, colocando: “nossa resistência já começou”.

Dentre as justificativas do PT para não comparecer à posse estão “ódio do presidente eleito contra o PT, os movimentos populares e o ex-presidente Lula é expressão de um projeto que, tomando de assalto as instituições, pretende impor um Estado policial e rasgar as conquistas históricas do povo brasileiro”. A nota do partido também cita que as posições e opiniões de Bolsonaro “estimulam o ódio, a intolerância e a discriminação”.

“Participamos das eleições presidenciais no pressuposto de que o resultado das urnas deve ser respeitado, como sempre fizemos desde 1989, vencendo ou não. Mantemos o compromisso histórico com o voto popular, mas isso não nos impede de denunciar que a lisura do processo eleitoral de 2018 foi descaracterizada pelo golpe do impeachment, pela proibição ilegal da candidatura do ex-presidente Lula e pela manipulação criminosa das redes sociais para difundir mentiras contra o candidato Fernando Haddad”, aponta o texto.

A nota é assinada por Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara; Lindbergh Farias, líder do PT no Senado; e Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT. O partido tem a maior bancada no Congresso, com 56 deputados federais e quatro senadores eleitos.

Representando o PSOL, Juliano relatou que a bancada do partido foi convidada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a posse, como é de praxe. “Mas como prestigiar alguém que despreza os direitos humanos, promete colocar o Brasil de joelhos diante dos EUA e destruir os direitos sociais?”, questionou, anunciando a ausência dos parlamentares. A bancada do PSOL será composta por dez parlamentares a partir de 2019.

Categorias: Ámérica do Sul, Política
Tags: , , , , ,

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.