PT e PSOL anunciam que não irão na posse de Bolsonaro no Congresso

28.12.2018 - São Paulo, Brasil - Redação São Paulo

This post is also available in: Espanhol

PT e PSOL anunciam que não irão na posse de Bolsonaro no Congresso
(Crédito da Imagem: Pablo Albarenga/Mídia NINJA)

Por Sul21

O PT anunciou nesta sexta-feira (28), em nota, que os parlamentares do partido não estarão presentes na cerimônia de posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), marcada para o dia 1 de janeiro. O presidente do PSOL, Juliano Medeiros, afirmou pelo Twitter que o partido também não participará, colocando: “nossa resistência já começou”.

Dentre as justificativas do PT para não comparecer à posse estão “ódio do presidente eleito contra o PT, os movimentos populares e o ex-presidente Lula é expressão de um projeto que, tomando de assalto as instituições, pretende impor um Estado policial e rasgar as conquistas históricas do povo brasileiro”. A nota do partido também cita que as posições e opiniões de Bolsonaro “estimulam o ódio, a intolerância e a discriminação”.

“Participamos das eleições presidenciais no pressuposto de que o resultado das urnas deve ser respeitado, como sempre fizemos desde 1989, vencendo ou não. Mantemos o compromisso histórico com o voto popular, mas isso não nos impede de denunciar que a lisura do processo eleitoral de 2018 foi descaracterizada pelo golpe do impeachment, pela proibição ilegal da candidatura do ex-presidente Lula e pela manipulação criminosa das redes sociais para difundir mentiras contra o candidato Fernando Haddad”, aponta o texto.

A nota é assinada por Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara; Lindbergh Farias, líder do PT no Senado; e Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT. O partido tem a maior bancada no Congresso, com 56 deputados federais e quatro senadores eleitos.

Representando o PSOL, Juliano relatou que a bancada do partido foi convidada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a posse, como é de praxe. “Mas como prestigiar alguém que despreza os direitos humanos, promete colocar o Brasil de joelhos diante dos EUA e destruir os direitos sociais?”, questionou, anunciando a ausência dos parlamentares. A bancada do PSOL será composta por dez parlamentares a partir de 2019.

Categorias: Ámérica do Sul, Política
Tags: , , , , ,

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.