O confronto de Varoufakis e De Masi com o BCE quanto a transparência

06.03.2017 - Bruxelas - DiEM25

This post is also available in: Inglês, Espanhol, Francês, Italiano

O confronto de Varoufakis e De Masi com o BCE quanto a transparência

O Ex-Ministro das Finanças Grego juntamente com o MPE Alemão irão dar uma conferência de imprensa Quarta-Feira, dia 8, para anunciar a interposição do pedido vital de liberdade de acesso à informação ao BCE.

O Banco Central Europeu (BCE) agiu dentro do seu mandato quando encerrou os bancos Gregos em Junho de 2015? As ações do BCE que levaram à imposição de controlos de capital na Grécia foram legais? Estas são questões centrais a que o co-fundador do DiEM25 e ex-ministro Grego das Finanças Yanis Varoufakis, e o membro do Parlamento Europeu da Die Linke Fabio De Masi, querem responder.

A instituição liderada por Mario Dragui não estava certa relativamente à legalidade das suas ações ao nível das negociações entre o governo Grego e os seus credores no verão de 2015 – o de fechar bancos de um estado membro. Assim sendo, foi pedido a uma empresa de direito privado que examinasse se as ações foram ou não legais. Quando De Masi abordou o presidente do BCE para obter a cópia do parecer na empresa de direito privada, Draghi rejeitou o pedido do MPE com base no “relacionamento advogado-cliente”.

Varoufakis e De Masi juntaram-se para levar este assunto ao próximo nível tendo efetuado um pedido de liberdade de acesso à informação (FOI) junto do BCE para que o parecer legal seja tornado público. Ambos vão realizar uma conferência de imprensa transmitida ao vivo Quarta-feira, 8 de Março às 10am CET no Parlamento Europeu em Bruxelas para explicar esta iniciativa.

O direito dos cidadãos europeus de saber

Um dos maiores peritos em Direito Europeu, o Professor Andreas Fischer-Lescano, examinou se o BCE estaria correto ao recusar a divulgação do parecer da empresa privada. Em seu entender o BCE não tem razão quanto a privar o MPE e os cidadãos da Europa do parecer legal que o BCE pediu quanto à sua própria conduta (e pagou para o mesmo com dinheiro dos contribuintes europeus)

O vasto apoio

Varoufakis e De Masi receberam apoio pela sua iniciativa pela transparência de um vasto espectro de figuras políticas, ativistas e intelectuais como o candidato a Presidente Francês Benoît Hamon e economistas norte-americanos de renome como James Galbraith e Jeffrey Sachs. Além disso, mais de vinte mil pessoas já assinaram a petição online lançada pelo DiEM25 quanto ao pedido de acesso à informação (FOI).

#TheGreekFiles Campanha

O DiEM25 lançou a campanha de apoio à iniciativa de Varoufakis e De Masi para tornar este parecer legal essencial público.

Numa declaração, o movimento Pan-Europeu pela democracia explicou que, visto que as ações do BCE em 2015 levaram à capitulação do governo Grego a favor de novas medidas de austeridade e perdas significativas de soberania nacional, o poder do BCE para fechar os bancos de um estado membro no contexto atual da Eurozona levanta questões importantes quanto à natureza política das nossas instituições comuns.

“Temos todos de desvendar a legalidade e propriedade da tomada de decisão do BCE – começando com este caso – para dar uma oportunidade à democracia Europeia bem como para tornar o BCE menos vulnerável a políticas de poder”, a declaração prestada-.

 

Varoufakis – De Masi Conferência de Imprensa

 

#TheGreekFiles – Recursos

Categorias: Economia, Europa, Nota de imprensa
Tags: , , , , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.