Ban Ki-moon critica nacionalismo e retórica anti-imigrantes na Europa

09.03.2016 - Wilma Nagaoka

Ban Ki-moon critica nacionalismo e retórica anti-imigrantes na Europa

Em Berlim, secretário-geral da ONU pede mais solidariedade com refugiados, elogia postura de Merkel perante a crise migratória e afirma que a UE pode fazer muito mais.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, criticou nesta terça-feira (08/03) as tendências nacionalistas em países da União Europeia (UE) e, após um encontro com a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, em Berlim, pediu que a Europa demonstrasse mais solidariedade com os refugiados.

“Partidos de extrema direita e nacionalistas estão inflamando a situação enquanto precisamos buscar soluções, soluções harmônicas baseadas na divisão de responsabilidades”, disse Ban, que ressaltou estar preocupado com o aumento de ataques violentos contra refugiados e migrantes.

Assista o vídeo Ilustradores alemães se engajam no debate migratório

O secretário-geral afirmou ainda que a União Europeia (UE) pode fazer muito mais pelos refugiados e que a situação exige não somente dinheiro. “Trata-se de humanidade e respeito aos direitos humanos”, destacou.

A União Europeia tenta chegar a um acordo com a Turquia em troca de apoio para frear o fluxo de refugiados em direção à Europa. Ancara solicita mais 3 bilhões de euros à UE até 2018, além dos 3 bilhões já prometidos em novembro. Além disso, pede isenção de visto para cidadãos turcos na União Europeia e a aceleração das negociações para o ingresso do país no bloco.

Em troca, a Turquia se compromete a acolher todos os refugiados que chegarem à Grécia e não obtiverem asilo e está disposta a readmitir todos os imigrantes que não vêm da Síria e todos os que foram interceptados em suas águas territoriais, além de adotar medidas enérgicas contra os traficantes de pessoas. O esboço do acordo foi criticado pela agência da ONU para os refugiados (Acnur).

Em Berlim, Ban elogiou ainda a postura de Merkel perante a crise migratória. “Ela é uma verdadeira voz moral, não somente na Europa, mas em todo o mundo”, disse Ban, destacando que a chanceler alemã “não escolheu o caminho mais fácil, mas o correto”.

Ban também anunciou uma cúpula sobre a crise de refugiados, marcada para o dia 19 de setembro. “Insisto para que todos os chefes de governo e Estado mostrem responsabilidade e respeitem o direito internacional.”

Ban recebeu de Merkel a Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, pelo seu trabalhos nos últimos dez anos no comando das Nações Unidas.

Este artigo não está sob Licença Creative Commons e não pode ser reproduzido de nenhuma forma. O mesmo é válido para a foto.

Categorias: Assuntos internacionais, Direitos Humanos, Europa, Internacional, Política
Tags: , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.