E.U.A. e U.E. fazem as mais pesadas sanções da história à Rússia

02.08.2014 - Democracy Now!

This post is also available in: Inglês

E.U.A. e U.E. fazem as mais pesadas sanções da história à Rússia

A administração de Obama impôs uma nova rodada de sanções à Rússia, por seu apoio dado aos rebeldes separatistas na Ucrânia. Presidente Obama diz que as medidas visam a economia russa, mas refuta alegações de uma nova Guerra Fria.

Presidente Obama: “Se a Rússia continuar nesse caminho, seu custo na Rússia continuará a crescer. E hoje é um lembrete de que os Estados Unidos fala a sério. E vamos reunir a comunidade internacional para lutar pelos direitos e liberdades dos povos no mundo. Hoje, e construindo pelas medidas que anunciamos a duas semanas atrás, os Estados Unidos irão impor novas sanções em setores chaves da economia Russa: energia, armas e finanças. Não é uma nova Guerra Fria. O que é na verdade é um problema bem específico da Rússia de não querer reconhecer que a Ucrânia pode traças seu próprio caminho”.

As novas sanções continuam a impedir que os maiores projetos de petróleo e gás natural da Rússia, que englobam parcerias com gigantes petrolíferas como ExxonMobil e BP. A União Européia também aprovou essas sanções mais pesadas à Rússia, parando a importação e exportação de armas. O plano da União Européia ainda traça uma exceção para França, permitindo-a terminar seu negócio de 1,7 bilhões de dólares para dois navios anfíbios de guerra. As sanções seguiram a queda do avião do vôo 17 da Malaysian Airlines, que matou todos os 298 passageiros a bordo. Os governos da Ucrânia e dos Estados Unidos afirmam que separatistas derrubaram o avião com armas vindas da Rússia, uma alegação que a Rússia e os rebeldes negaram. Investigadores Internacionais ainda não conseguem chegar ao local do acidente enquanto prosseguir o fogo pesado entre o governo da Ucrânia e os rebeldes. O governo ucraniano afirma que tomaram violentamente uma cidade importante nos limites com Donetsk sob controle dos rebeldes, matando pelo menos 19 pessoas nas últimas 24 horas.

Tradução: Kinho Schiavo

Categorias: América do Norte, Assuntos internacionais, Internacional, Oriente Médio
Tags: , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.