E.U.A. e U.E. fazem as mais pesadas sanções da história à Rússia

02.08.2014 - Democracy Now!

This post is also available in: Inglês

E.U.A. e U.E. fazem as mais pesadas sanções da história à Rússia

A administração de Obama impôs uma nova rodada de sanções à Rússia, por seu apoio dado aos rebeldes separatistas na Ucrânia. Presidente Obama diz que as medidas visam a economia russa, mas refuta alegações de uma nova Guerra Fria.

Presidente Obama: “Se a Rússia continuar nesse caminho, seu custo na Rússia continuará a crescer. E hoje é um lembrete de que os Estados Unidos fala a sério. E vamos reunir a comunidade internacional para lutar pelos direitos e liberdades dos povos no mundo. Hoje, e construindo pelas medidas que anunciamos a duas semanas atrás, os Estados Unidos irão impor novas sanções em setores chaves da economia Russa: energia, armas e finanças. Não é uma nova Guerra Fria. O que é na verdade é um problema bem específico da Rússia de não querer reconhecer que a Ucrânia pode traças seu próprio caminho”.

As novas sanções continuam a impedir que os maiores projetos de petróleo e gás natural da Rússia, que englobam parcerias com gigantes petrolíferas como ExxonMobil e BP. A União Européia também aprovou essas sanções mais pesadas à Rússia, parando a importação e exportação de armas. O plano da União Européia ainda traça uma exceção para França, permitindo-a terminar seu negócio de 1,7 bilhões de dólares para dois navios anfíbios de guerra. As sanções seguiram a queda do avião do vôo 17 da Malaysian Airlines, que matou todos os 298 passageiros a bordo. Os governos da Ucrânia e dos Estados Unidos afirmam que separatistas derrubaram o avião com armas vindas da Rússia, uma alegação que a Rússia e os rebeldes negaram. Investigadores Internacionais ainda não conseguem chegar ao local do acidente enquanto prosseguir o fogo pesado entre o governo da Ucrânia e os rebeldes. O governo ucraniano afirma que tomaram violentamente uma cidade importante nos limites com Donetsk sob controle dos rebeldes, matando pelo menos 19 pessoas nas últimas 24 horas.

Tradução: Kinho Schiavo

Categorias: América do Norte, Assuntos internacionais, Internacional, Oriente Médio
Tags: , , ,

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.