FIFA aplicará sanções mais severas contra o racismo

03.06.2013 - Prensa Latina

FIFA aplicará sanções mais severas contra o racismo
(Crédito da Imagem: Prensa Latina)

Port Louis, 31 mai (Prensa Latina) A Federação Internacional de Futebol (FIFA) aprovou hoje durante seu Congresso, realizado aqui, uma resolução que exige sanções mais duras aos que cometeram atos de racismo.
A moção recebeu apoio majoritário, mas não unânime, pois teve um voto contra (204-1).

Não sei se houve algum erro na votação, porque deveria ser de 100%, lamentou o presidente da FIFA, o suíço Joseph Blatter.

O sul-africano Tokyo Sexwale, que esteve durante anos na prisão de Robben Island junto com Nelson Mandela em sua luta contra o appartheid, preferiu pensar na hipótese do erro.

Todos juntos devemos dizer não ao racismo, um problema no mundo, destacou Sexwale.

A resolução elaborada por um grupo de trabalho dirigido pelo presidente da Confederação Norte, Centro-americana e do Caribe (Concacaf), Jeffrey Webb, contempla a retirada de pontos e da competição em casos graves.

Segundo o texto, o primeiro ato de racismo ou discriminação deveria ser penalizado com uma advertência, multa e/ou a realização de um jogo a portas fechadas.

Para reincidentes ou incidentes graves, deveria ser aplicada a redução de pontos ou a expulsão da competição, agrega a resolução.

Há apenas duas semanas, o presidente da FIFA considerou excessivamente benigna a sanção de 50 mil euros (65 mil dólares) imposta à Roma por uns incidentes racistas no campeonato italiano.

Não me sinto satisfeito e me dirigirei diretamente à Federação italiana, essa não é a maneira de tratar estas questões, disse o dirigente suíço sobre a multa.

Categorias: Direitos Humanos, Diversidade, Internacional
Tags: , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

 

Caderno de cultura

Cuaderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Milagro Sala

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.