África do Sul: Situação continua bloqueada nas minas de Marikana

17.05.2013 - Radio Moçambique

África do Sul: Situação continua bloqueada nas minas de Marikana
(Crédito da Imagem: Foto: Radio Moçambique)

As operações da mina de platina de Marikana, no norte da África do Sul, permanecem bloqueadas pelo segundo dia consecutivo hoje (quarta-feira), os mineiros novamente recusaram-se a regressar ao trabalho para o obter o reconhecimento do novo sindicato maioritário.

“Os funcionários não retomaram no horário da manhã”, disse à AFP Sue Vey, porta-voz da Lonmin, o grupo britânico que opera a mina de Marikana. “Não há nenhuma equipa na parte da manhã e as minas estão paradas”.

Os mineiros pararam de trabalhar na terça-feira de manhã.

Eles pedem que a Amcu, pequeno sindicato radical agora maioritária Lonmin com 70% dos funcionários, seja reconhecida pela direcção em detrimento da NUM, sindicato próximo ao governo que já não é seguido por 20% dos mineiros.

A situação ficou mais tensa quando um responsável regional da Amcu foi morto por desconhecidos sábado, um assassinato seguido domingo por dois gémeos que pertenciam à NUM, segundo a antiga União maioritária.

Os dois sindicatos estão em desacordo, numa  momento em que se engajam em negociações salariais no sector.

“Aparentemente, os trabalhadores não compareceram ao trabalho esta manhã”, confirmou à AFP o presidente da Amcu, Joseph Mathunjwa.

“A direcção da AMCU disse que não apelou esta greve selvagem, mas claramente não nega, e as autoridades locais apelaram terça-feira à noite para continuar o movimento.

Representantes dos grevistas devem reunir-se novamente na direcção durante o dia.

A mina de Marikana foi palco no segundo semestre de 2012 de uma longa e sangrenta greve selvagem que fez a todo cinquenta pessoas, incluindo 34 mineiros mortos pela polícia a 16 de Agosto. O conflito, que durou mais de dois meses, solucionado por aumento salarial.

Categorias: Africa, Economia, Internacional

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.