Lançamento do Fórum Suape – Espaço socioambiental

15.03.2013 - Pressenza IPA

Lançamento do Fórum Suape – Espaço socioambiental
(Crédito da Imagem: Logo Fórum Suape – espaço socioambiental)

No dia 15 de março, sexta feira às 19 horas, na Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agostinho será o Lançamento do Fórum Suape – Espaço socioambiental, que terá como objetivos: a organização e mobilização popular; organização e promoção de debates, ciclos de conferencias, eventos culturais com exposições de fotos, vídeos; promover ações jurídicas junto ao Ministério Público contra as injustiças sociais e ambientais cometidas naquele território; interagir com outros movimentos (local, nacional e internacional) que defendem a justiça sócio-ambiental; e a construção de um “portal” para disseminação das informações.

 A organização da sociedade civil em torno de um fórum permanente, além de discutir as questões atuais que estão sendo vivenciadas pelos moradores do entorno do Complexo, e seus reflexos para as gerações futuras; permitirá dar visibilidade aos problemas enfrentados por aquelas populações.

A promoção deste evento é de responsabilidade de mais de 20 organizações locais, regionais e nacionais, assim como pessoas físicas interessadas em discutir a implantação do Complexo de Suape, alardeado como uma oportunidade única para alavancar o crescimento econômico da região e do Estado de Pernambuco.

Iniciaremos o evento com a apresentação do Fórum Suape, vindo a seguir a apresentação do “portal”, finalizando esta primeira parte teremos a exibição de um vídeo sobre os atingidos pelo Complexo Industrial Portuário de Suape.

Na segunda parte será realizada uma mesa de debates. A Sra. Nivete Azevedo do Centro das Mulheres do Cabo (CMC) nos falara sobre a experiência do CMC na questão da violação dos direitos dos moradores do entorno do Complexo e o aumento da violência sobre as mulheres. O Dr. Sebastião Raulino nos fará um breve resgate histórico da criação do Fórum dos Atingidos pela Indústria do Petróleo e Petroquímica nas Cercanias da Baía de Guanabara, os conflitos ambientais relacionados a indústria do petróleo e petroquímica. E para terminar esta segunda parte, teremos a participação da Sra. Rafaela Nicola ecóloga, especialista na questão de áreas úmidas e modos de vida, discorrerá sobre os efeitos ambientais provocados pelo Complexo de Suape para as populações que vivem da pesca, e as possibilidade de apoio de organizações internacionais a luta dos atingidos

E para finalizar o evento teremos depoimentos de moradores do território abrangido por Suape.

Palestrantes:

Nivete Azevedo, geógrafa, coordenadora geral do Centro das Mulheres do Cabo, e da equipe de coordenação do Fórum das Entidades Populares do Cabo

Sebastião Fernades Raulino, professor, representante do Fórum dos Atingidos pela Indústria do Petróleo e Petroquímica nas Cercanias da Baía de Guanabara (FAPP-BG)

Rafaela Danielli Nicola*, ecóloga, consultora para “áreas úmidas e modos de vida”, membro da WWW- World Wetland Network.

Mais informações: http://forumsuape.ning.com

Categorias: Ecologia e Meio Ambiente, Internacional, Nota de imprensa, Política

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Pesquisa

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.