Lula pede à Obama um novo olhar para a América Latina

20.03.2009 - New York - Pressenza IPA

Em visita aos Estados Unidos, o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, aproveitou as duas oportunidades que teve para se pronunciar publicamente para pedir um novo olhar para a América Latina e paz entre os povos. No último sábado (14), aconteceu uma visita de Lula a Barack Obama, em Washington. Lula foi o primeiro presidente da América Latina a ser recebido por Obama depois que ele tomou posse, em janeiro. O presidente brasileiro aproveitou a ocasião para dizer ao colega americano que os Estados Unidos deveriam ter um novo olhar para a América Latina.

Já na segunda-feira (16), Lula participou em Nova York de um seminário sobre como o Brasil está enfrentando a crise, onde estavam presentes 250 investidores internacionais e não hesitou em repetir: “A América Latina está passando por mudanças políticas como jamais vistas nesse continente, acabou o tempo da Guerra Fria, acabou o tempo da guerra armada, é tempo de democracia. E a democracia exercida na sua plenitude, muitas vezes parece confusa, muitas vezes têm muitas distorções e muitas vezes leva a divergências. Os EUA têm a obrigação e a chance extraordinária de restabelecer uma nova relação com a América Latina. Não é a aliança pelo progresso da década de 1960, nem a política de ingerência também da década de 1960. Mas uma relação de parceria, de ajudar os países mais pobres a se desenvolverem e a se apresentarem como amigos e construir aquilo que falta a ser construído”.

Quanto à situação de Cuba, o presidente brasileiro também deixou um recado ao povo e ao governo americanos: “Não existe mais nada do ponto de vista político, do ponto de vista sociológico, do ponto de vista da racionalidade humana, nada mais que impeça um restabelecimento das relações dos Estados Unidos e Cuba. Não é possível que a gente continue fazendo, no século 21, políticas com o olhar no que aconteceu no século 20. Vamos fazer políticas pensando nos séculos 21 e 22, e deixar o que aconteceu no passado como experiência histórica pra que a gente aperfeiçoe os acertos e não cometa os mesmos erros. Por isso, ao me retirar hoje dos Estados Unidos, eu me retiro com a convicção que a posse do presidente Obama possivelmente seja uma oportunidade dos Estados Unidos fazerem coisas diferentes das que fizeram no século passado, mais e melhor, porque é a melhor forma de combater o terrorismo, é a melhor forma de manter a paz e nós sermos mais amigos e menos inimigos”, disse Lula.

Categorias: América do Norte, Internacional, Opinião, Política

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.