Noam Chomsky

Noam Chomsky è considerato il più grande linguista vivente. Professore emerito di linguistica al Massachusetts Institute of Technology. A partire dagli anni sessanta, grazie alla sua forte presa di posizione contro la guerra del Vietnam e al suo notevole impegno politico e sociale, Chomsky si è affermato anche come intellettuale anarchico e socialista libertario]. La costante e acuta critica nei confronti della politica estera di diversi paesi e, in particolar modo, degli Stati Uniti, così come l'analisi del ruolo dei mass media nelle democrazie occidentali, lo hanno reso uno degli intellettuali più celebri e seguiti della sinistra radicale americana e mondiale.

“A maior ameaça para a vida humana são as armas nucleares”

O linguista e professor universitário Noam Chomsky explica como os Estados Unidos têm contribuído para enfraquecer os esforços de não-proliferação de armas nucleares desde 2005, quando o ex-presidente Bush não rompeu com o tratado da ONU. A cada cinco anos, o governo Bush se negou a assinar o Tratados de Não-Proliferação Nuclear, que será revisto novamente em maio de 2010.

Noam Chomsky estréia como colunista da agência Pressenza com o inédito artigo: “The Torture Memos”

O importante escritor e pensador estadunidense comenta o relatório da Casa Branca sobre a utilização da tortura pelo governo George W. Bush para conseguir depoimentos que comprovassem as ligações da Al-Qaeda com o ex-ditador do Iraque Saddam Hussein.