Karina Lagdameo-Santillan

Filipina de Manila, humanista de longa data, há muitos anos diretora de criação e profissional de comunicação publicitária. Ela também atua na Comunidade para o Desenvolvimento Humano, facilitando oficinas de mudança pessoal e social para ajudar a construir uma cultura de paz, não discriminação e não violência. Atualmente é redatora freelance e editora-redatora voluntária da Pressenza na Ásia.

Dois jornalistas, Maria Ressa e Dmitry Muratov, foram escolhidos para receber o Prêmio Nobel da Paz de 2021

“Não tenho palavras”, foi tudo o que Maria Ressa, cofundadora e CEO da Rappler, agência de notícias independente das Filipinas, conseguiu dizer quando foi premiada com o Prêmio Nobel da Paz de 2021, um prêmio compartilhado com Dmitry Muratov, cofundador…

Sentada

POEMA     Quando eu sento aqui, desse jeito, aqui Com você ao meu lado Amigo – sábio, amável, forte. A tempestade dentro do meu coração Acalma-se   É como se eu entrasse no olho do furacão Um vazio, profundo…

Quando as Estrelas Descem do Céu

POEMA   Cada dia que se apresenta em nossas vidas Traz algumas belezas e também algumas tristezas No céu, o sol, Sob nossos pés, o chão,   E aqui vamos nós Dia a dia, com nossas vidas …

Vento

POEMA O vento em meu rosto Afaga memórias passadas Evoca sonhos e aconchego Trazendo chamego A todo o meu corpo Maravilha Vento que dá vida Sopra renovado, extasiado, Envolvendo luz em um manto do passado Adiante, bravamente em suas…

Canções para o Sala: Canções de Inspiração e Esperança

Ouvindo as faixas deste álbum, uma colaboração entre artistas dos cinco continentes com canções inspiradas nos ensinamentos e projetos de Mario Rodrigues Cobos (mais conhecido como Silo, escritor, professor, guia e criador do Movimentos Humanista, Guia Espiritual) pode despertar esperança…

“Torne-se uma pessoa que produz esperança”

“Nos tempos em que todas as pessoas do mundo estão adormecidas, e mesmo quando os sonhos estão adormecidos e confinados na escuridão, Torne-se uma pessoa que caminha seguindo as estrelas Ao invés de ter medo da aurora que se ergueu…