De 26 a 28 de abril de 2024, centenas de activistas dos movimentos sociais de toda a Europa vão convergir em Marselha. Associações, sindicatos, ONGs e grupos locais querem fazer ouvir a voz da sociedade civil por uma Europa social, ecológica, pacífica e democrática, em oposição ao ressurgimento do nacionalismo e do autoritarismo na Europa.
Workshops, conferências, concertos: durante 3 dias, trabalharão para unir as suas forças para as acções futuras.

Que melhor forma de contrariar o veneno da extrema-direita e do neoliberalismo autoritário do que reforçar as alternativas emancipadoras a nível europeu? O ECSA (Espaço Comum Europeu para as Alternativas), uma nova plataforma de convergência social a nível europeu, organiza o seu primeiro grande evento em Marselha, de 26 a 28 de abril, para criar uma dinâmica continental e formar uma frente comum. O comité de coordenação inclui a Assembleia dos Cidadãos Europeus (AEC), Another Europe is Possible, Global Justice Now, Attac França (mas também Alemanha, Espanha, etc.), Transform Europe, European Alternatives, TransNational Institute (TNI), Corporate Europe Observatory (CEO), Ligue des droits de l’Homme (LDH), Maison commune de la décroissance, CADTM, Université Populaire de Marseille Métropole, Marseille pour l’Ukraine, etc. (a lista completa do comité de coordenação: https://spaceforalternatives.eu/fr/qui-sommes-nous/)

Estes três dias de encontro serão objeto de um programa estimulante. As 500 pessoas já inscritas participarão em cerca de 80 workshops co-organizados pelos organizadores das actividades (em francês, inglês, espanhol, italiano, etc.), sessões plenárias e projecções para conhecer e partilhar as práticas e experiências de activistas de uma vintena de países europeus e de vários países da Norte de África e da África Subsariana. O objetivo é criar uma abordagem transversal e encontrar perspectivas comuns de mobilização em quatro rubricas (os “contentores”): mudança ecológica e social (contentor 1), educação popular e emancipação (contentor 2), democracia (contentor 3) e alianças entre movimentos sociais (contentor 4).

Os encontros militantes terão lugar principalmente no Friche de la Belle de Mai e em cinco outros locais: La Base Marseille, Solidaires Bouches-du-Rhône, La Ruche, Massalia Vox e le Couvent. Os concertos e outros momentos de convívio permitirão desenvolver ligações internacionais e celebrar em conjunto a criação de dinâmicas intra-continentais na luta contra o neoliberalismo e a extrema-direita.

A 45 dias das eleições europeias, a Assembleia Geral de encerramento do fim de semana, será particularmente importante para sintetizar as nossas principais reivindicações e delinear as acções conjuntas a desenvolver nos próximos meses.

INFOS:

Localização:

Friche de la Belle de Mai: 41 Rue Jobin, 13003
Le Couvent: 52 Rue Levat, 13003
La Base Marseille: 3 rue Pierre Hoche, 13004
Solidaires Bouches-du-Rhone: 29 Boulevard Longchamp, 13001 – La Ruche: 28 Bd National, 13001
Massalia Vox: 15 Boulevard de la Liberté, 13001 – Le Couvent: 52 Rue Levat, 13003

Inscrições:

https://spaceforalternatives.eu/

Programa:

https://spaceforalternatives.eu/wp-content/uploads/2024/04/ECSA_PROGRAMME_EN_V4.pdf

 

Conferência de imprensa:

Quarta-feira, 24 de abril, 11h00, nas instalações da Ligue des Droits de l’Homme & MRAP em Marselha, 34 cours Julien, 13006 (contactos: Bernard Eynaud, +33 6 58 22 95 65 ou bernard.eynaud@gmail.com ; Myriam Zekagh, +33 7 52 79 80 66 ou m.zekagh@euroalter.com)