MÚSICA

Por Marrom Glacê

 

Sexteto feminino capitaneado por Maíra foi formado a partir de um convite para show internacional e segue com repertório de música preta formado majoritariamente por artistas mulheres.

 

No dia 02 de abril às 19h o Teatro de Câmara da Cidade das Artes recebe Maíra Freitas e Jazz das Minas. O sexteto feminino formado por Maíra Freitas (piano/voz e direção musical), Samara Libano (violão 7 cordas), Monica Avila (sax/flauta/voz), Marfa Kurakina (baixo elétrico), Flavia Belchior (bateria/voz) e Rapha Morret (percussão) apresenta o show que celebra, a partir de uma interpretação própria, a música preta brasileira e mundial.

A ideia de montar a banda aconteceu em 2019, quando Maíra foi convidada a participar do festival Jazzing, em Angola. “Foi a oportunidade de colocar em prática a ideia que eu já vinha falando há algum tempo, de que o mercado da música é muito masculino e isso tem muito a ver com as oportunidades que são dadas às mulheres. Certa vez eu ouvi de um empresário que por estar grávida eu ficaria uns dois anos sem trabalhar – e grávida eu fiz turnê com Gilberto Gil”, pontua a multiartista.

No repertório do show estão músicas autorais e releituras de clássicos nas vozes de Nina Simone, Elza Soares, Sandra de Sá, Gilberto Gil, Leci Brandão, Dona Ivone Lara e Milton Nascimento, além de autoras contemporâneas como Mart´nália e Caio Prado.

“É muito louco pensar que a maioria dos grupos são formados por homens e que geralmente só cantam músicas de autores homens. Nós somos um grupo de mulheres que canta músicas majoritariamente de mulheres, mas também cantamos artistas homens que merecem nosso carinho. E que fique claro que não temos problemas com os homens, são eles que têm problemas com a gente, insegurança, sei lá”, questiona Maíra, cujo show oferece meia-entrada ainda a mulheres e pessoas pretas.

Inicialmente um quarteto com bateria, teclado, violão 7 cordas e baixo acústico, o Jazz das Minas veio ganhando corpo e suingue com a incrementação de percussão, sax, flauta e vozes. Em 2021 a banda participou do festival Sesc Jazz, em São Paulo, com ingressos esgotados e excelentes críticas. Em 2022, o sexteto sacudiu a plateia da FLUP (Festa Literária das Periferias) no Museu de Arte do Rio.

SERVIÇO:

SHOW MAÍRA FREITAS & JAZZ DAS MINAS

QUANDO – 02 de abril (Sábado)

HORÁRIO – 19h

ONDE – Teatro de Câmara da Cidade das Artes

ENDEREÇO – Av. Das Américas, 5300 – Barra da Tijuca

INGRESSOS – R$ 60 (inteira) / R$ 30 (meia-entrada para estudantes, idosos, mulheres e pessoas pretas)

LINK PARA INGRESSOShttps://bileto.sympla.com.br/event/71979/d/129942

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA – Livre

INSTAGRAM – @jazzdasminas e @mairaff

OBRIGATÓRIA A COMPROVAÇÃO DE VACINAÇÃO

 

FICHA TÉCNICA:

Produção: Danada Produções

Direção Musical: Maíra Freitas

Piano e Voz: Maíra Freitas

Sax/Flauta e Voz: Monica Avila

Violão 7 Cordas: Samara Libano

Bateria e Voz: Flavia Belchior

Percussão: Rapha Morret

Baixo: Marfa Kurakina

Técnicas de Som: Daniela Pastore e Raquel Lázaro

Iluminadoras: Lu Luz e Fernanda Mantovani

Roadie: Jucks

Produção Executiva: Mario Rocha

Assistente de Produção: Ana Cruz

Arte Visual: Ani Haze

VJ: Raina Rosa

Contra Regra: Ana Cruz

Motoristas: João Miguel e André Braga

Fotógrafas: Fernanda Assis e Isabela Espindola

Assessoria de Imprensa: Marrom Glacê Assessoria

Redes Sociais: LB Digital

Apoio: Mary Afro