Apenas os solitários

28.03.2021 - The Ecologist

This post is also available in: Inglês

Apenas os solitários
Pássaro Regente comedor de mel no Zoológico de Taronga. (Imagem pelas terras comuns creativas 4.0 de Jss367/Wikipedia)

 Por Ross Crates,    Dejan Stojanovic,    Naomi Langmore  e  Rob Heinsohn 

Os humanos aprendem línguas, e os animais aprendem comportamentos essenciais para a sobrevivência e reprodução dos indivíduos mais velhos e experientes da mesma espécie. Desta forma, “culturas” importantes como canções de pássaros são passadas de geração em geração.

Porém, a perda da biodiversidade global significa que muitas populações de animais estão se tornando pequenas e pouco distribuídas. Isso coloca em risco a capacidade dos animais jovens de aprender comportamentos importantes.

Um pássaro em extinção está esquecendo sua canção enquanto a espécie morre.

Em nenhum lugar isso é tão verdadeiro do que no exemplo do pássaro regente comedor de mel. Em um artigo publicado hoje, descrevemos como uma queda populacional para menos de 300 fez com que a cultura da canção da espécie se rompesse.

O Contrapeso

Em populações saudáveis, a canção do macho adulto regente comedor de mel é complexa e longa. Mas onde a população é muito pequena, a canção é diminuída e, em muitos casos, os pássaros adotaram a canção de outras espécies.

Infelizmente, isto torna os machos menos atraentes para as fêmeas, o que pode aumentar a possibilidade de a espécie ser extinta.

Desde 2015, monitoramos o regente comedor de mel – um pássaro-canção provedor de néctar, criticamente ameaçado. Antigamente, esses pássaros vagavam em enormes rebanhos entre a costa central de Adelaide e Queensland, rastreando a flor de eucalipto.

Ainda na década de 1950, os regentes comedores de mel eram uma visão comum no subúrbio Melbourne e Sydney, mas agora são extremamente raros em ambas as cidades.

Uma extensa limpeza de terras do pós guerra destruiu o habitat desta espécie e fez com que a população despencasse. A maior parte da atividade de reprodução está agora restrita às Montanhas Azuis e ao Norte de Tablelands em Nova Gales do Sul.

Espécie Comedor de Mel

Os pássaros regentes comedores de mel são os mais vocais durante os estágios adiantados de sua estação de reprodução. Antes do declínio da população, as aves eram conhecidas por seu gorjeio macio, a canção produzida com uma sacudida de cabeça característica. Mas com poucos pássaros na natureza, sua canção está mudando – com consequências potencialmente trágicas.

Pássaro-canção é um dos exemplos mais bem estudados  da cultura animal. Os jovens pássaros-canção aprendem a cantar ouvindo, repetindo e refinando as canções de antigos companheiros de rebanho.

A aprendizagem de canções  se completa com frequência no primeiro ano da vida, após a qual a canção dos pássaros é “fixa”.

Apesar do número crescente de espécies de aves ameaçadas, há uma pequena mas surpreendente pesquisa sobre como o declínio no tamanho e na densidade da população pode danificar a cultura da canção em pássaros selvagens. Procuramos explorar se esse elo existia em populações regentes.

Os machos regentes comedores de mel cantam para proteger territórios de reprodução e atrair companheiras. Classificamos as canções de 146 machos regentes comedores de mel entre 2015 e 2019.

Gênero Anthochaera

Fizemos ou obtivemos as gravações de alta qualidade de 47 aves desse gênero de regentes comedores de mel na natureza, e mais em cativeiro. Isto incluiu os pássaros selvagens encontrados pelo público geral e relatados à BirdLife Austrália . Rapidamente corremos atrás desses avistamentos públicos para gravar as canções dos pássaros antes que eles seguissem seu curso.

Notamos a localização de cada macho e rastreamos seu sucesso de reprodução. Também gravamos as canções de regentes comedores de mel criados em cativeiro que faziam parte de um programa de reintrodução .

Nossa pesquisa mostrou que as canções de machos selvagens remanescentes variam notavelmente através das regiões. Por exemplo, você pode ouvir em The Conversation    a canção “apropriada” dos regentes comedores de mel, as quais ocorrem nas montanhas azuis ao oeste de Sydney, onde a maioria da população restante se encontra.

Observa-se que eles soam visivelmente diferentes do pequeno número de machos agregados em 400 km ao norte, perto do Glen Innes. Embora esses machos ainda soem como um regente comedor de mel, suas canções são mais lentas e têm uma melodia diferente.

Em toda gama da espécie, encontramos 18 machos cujas as canções não soavam em nada como um regente comedor de mel. Em vez disso, assemelhavam-se mais às de outras espécies de aves. Cinco machos regentes comedores de mel tinham aprendido a canção do pequeno anthochaera.

População

Há casos isolados de pássaros-canção individuais que aprenderam equivocadamente a canção de uma espécie diferente. Mas encontrar 12% de machos cantando apenas canções de outras espécies é algo sem precedentes em populações de animais selvagens.

Nós acreditamos que os regentes comedores de mel são agora tão raros na paisagem, que alguns jovens machos são incapazes de localizar machos adultos para aprenderem sua canção. Em vez disso, os machos jovens aprendem erroneamente as canções de espécies de aves com as quais se associaram ao desenvolver seus repertórios.

Evidências sugerem que este comportamento da canção é distinto do mimetismo comum em algumas aves australianas. A mímica envolve um pássaro adicionando as canções de outros pássaros a seu próprio repertório – e assim, não perdendo sua canção original. Mas os regentes comedores de mel que gravamos nunca cantaram as canções que se assemelham àquela de sua espécie.

A imitação em outras espécies também têm evoluído tipicamente, porque aumenta o sucesso da reprodução. No entanto, em regentes comedores de mel, encontramos o oposto. Mesmo entre os machos que soavam como um pássaro-regente, aqueles cujas as canções eram incomuns para a área local eram menos propensos a impressionar e ser emparelhados com uma fêmea. Fêmeas que se casavam com machos de canções incomuns eram menos propensas a colocar ovos.

Estes dados sugerem que a perda da cultura da canção está associada ao menor sucesso de reprodução, que poderia estar aumentando o declínio populacional da população do pássaro regente.

Doces Tons

Um programa de reprodução em cativeiro é um componente-chave do plano de recuperação do regente comedor de mel. Entretanto, nossa pesquisa mostrou que as canções dos pássaros regentes criados em cativeiro eram mais curtas e menos complexas do que seus homólogos selvagens. 

Isso pode afetar o sucesso reprodutivo de machos criados em cativeiro, uma vez que eles são soltos na natureza. Consequentemente, estamos ensinando jovens cativos a cantar corretamente, tocando-lhes nossas gravações de canções “apropriadas” de pássaros selvagens nas montanhas azuis.

Manter culturas animais em populações selvagens e em cativeiro é cada vez mais reconhecido como crucial para prevenir a extinção. Estas culturas incluem não apenas música, mas também outros comportamentos importantes como rotas migratórias    e estratégias de alimentação.

A perda da cultura da canção do regente comedor de mel pode ser um aviso final de que a espécie está entrando em extinção. Este é um aspecto da conservação de espécies que não podemos ignorar.

Devemos restaurar urgentemente e proteger habitats de reprodução, proteger ninhos de predadores  e ensinar pássaros criados em cativeiro a cantar. Devemos também abordar as mudanças climáticas, que ameaçam o habitat da espécie. Caso contrário, as gerações futuras podem nunca ouvir os doces tons originais dos pássaros regentes comedores de mel na natureza. 


Traduzido do inglês para o português por Mychelle Medeiros / Revisado por Elizabeth Pereira

Categorias: Ecologia e Meio Ambiente, Internacional
Tags:

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

Search

Whatsapp

Pressenza Whatsapp

Informe Pressenza

Informe Pressenza

Caderno de cultura

Caderno de cultura

O Princípio do fim das armas nucleares

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Canale YouTube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.