Diversas redes globais em busca de Multiconvergência reuniram-se no dia 05.12.20 para discutir, sob a coordenação da Internacional Convivialista, a proposta de criação de um Parlamento da Cidadania Planetária. Mobilizadas pelas redes, cerca de 60 pessoas, de países diversos como Brasil (muitos estados), França (várias cidades), Equador, Argentina, Rússia, Israel, Itália, Índia, Alemanha, Bélgica, Espanha, etc, participaram com muita atenção das três horas de reunião virtual.

O que sai da reunião é que há um interesse evidente na proposta do Parlamento da Cidadania Planetária, em princípio dividido em duas ¨câmaras¨. A primeira seria algo como uma Assembleia Planetária escolhida por sorteio entre pessoas das redes que estivessem dispostas a participar da experiementação. O sorteio buscaria ser representativo pelo menos em termos de gênero, etnia, continentes, etc, a ser discutido. A outra ¨câmara¨ seria algo como um Conselho de Sabedoria, ou Conselho de Visionários e Visionárias, com nome a ser definido com pessoas respeitadas sendo essas indicadas diretamente. Esse esboço de Parlamento poderia ser diferente se esse artigo fosse escrito por outras pessoas que participaram da reunião, já que tudo está sendo co-construído e as discussões são preliminares. O entusiasmo demonstrado por quem esteve presente permite a continuidade dessa discussão e a possível operacionalização de uma experiência piloto em 2021.

Entre as redes que hoje compõem o processo de Multiconvergência estiveram presentes: os anfitriões Convivialistas, a rede Diálogos em humanidade, o Movimento Humanista, a Ágora dos e das Habitantes da Terra, a Iniciativa das Religiões Unidas, o Viral Open Space, o Fórum Social Mundial das Economias Transformativas, a Carta da Terra e a Fundação Galáctica, que recém aderiu ao processo. Observadores de outras redes e pessoas que se sentem atraídas pela proposta tiveram possibilidade de se expressar no trabalho de grupos.

Como já é da tradição do processo de Multiconvergência, para viabilizar a comunicação da grande Torre de Babel humana, uma logística técnica e de tradução voluntária em quatro línguas foi organizada pelas redes de forma cooperativa, sob coordenação da Internacional Convivialista. O tempo da primeira plenária foi prejudicado por problemas técnicos, mas as pessoas se mantiveram firmes até as sessões de grupos por língua que foram priorizadas e duraram uma hora. Essa decisão é coerente com a proposta de protagonismo múltiplo da Multiconvergência e permitiu um convívio mais longo, importante para a construção da confiança entre as redes e para dar espaço de fala para pessoas que têm mais dificuldade de se expressar.

Os grupos de trabalho fizeram seus relatos para a Plenária final e o volume de questões e sugestões convidam a muitas horas de trabalho conjunto. O excelente esforço da Internacional Convivialista, apoiado pelos Humanistas, pela rede Diálogos e por VOS vai ter seguimento em três eventos já previstos: No dia 20 de dezembro das 14 às 16 h do Brasil, no ambiente virtual criado por VOS, haverá a continuidade das discussões sobre o Parlamento da Cidadania Planetária, com uma possível experiência piloto de criação desse Parlamento no âmbito das redes globais (objetivos e legitimidade de um Parlamento desse tipo, sua metodologia de funcionamento, etc.), mas sobretudo um balanço das ações da Multiconvergência até aqui. Em janeiro 2021, durante o Fórum Social Mundial virtual, uma conversa sobre novas formas de fazer política cidadã planetária já está prevista e em fevereiro uma nova rede de Multiconvergência irá animar mais um encontro, que dará sequência ao processo.

Está interessada (o) nessa discussão? Comunique com uma das redes em Multiconvergência e participe!


Para acessar outros artigos publicados sobre este mesmo tema, clique aqui.