Painel de Debate Ao Vivo: Quinta, 22 de outubro de 2020, às 15:00 (Horário de Brasília)

Por favor responder ao evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/248033759784774

A Cabília é uma região etnolinguística situada ao norte da Argélia, entre o mar e as montanhas. Conhecida por seus carvalhos, cedros e oliveiras, a Cabília é acima de tudo formada por pessoas que fortaleceram sua identidade ao longo das gerações. O povo da Cabília resistiu com vigor aos colonizadores e lutou com honra por sua terra contra os impérios romano, bizantino, espanhol, árabe e francês.

Desde 1962, a Cabília acredita, erroneamente, possuir uma pseudo-soberania. Desde então, tornou-se amplamente favorável à reivindicação da identidade berbere, a qual se refere a um código antigo de sistema de valores (código de honra) que se perpetua através da escrita, poesia, música e do ativismo de seus habitantes. Entretanto, o regime argelino ainda os submete à repressão.

O desenvolvimento econômico da Cabília está ao seu alcance, desde que recupere sua capacidade de governo. De fato, ao dispor de seu real poder econômico, do qual terceiros tentam a todo custo privá-la, é capaz não só de garantir seu próprio desenvolvimento, como também de contribuir expressamente com o desenvolvimento de outros povos da Argélia. Porém, para isso é preciso que se reconciliem e abracem o progresso e a modernidade.

MEDIADOR: Rabah Arkam, Militante da causa cabila e Amazigh (ou “homem livre”) e defensor dos direitos humanos. Luta por um Estado Federativo na Argélia. Defendeu o secularismo contra a instrumentalização religiosa, trabalhou com instituições internacionais para melhorar a situação dos direitos humanos e é o autor de diversos artigos na imprensa internacional.

Racid At Ali uQasi, Militante da causa cabila e Amazigh, é membro fundador da Associação Cultural do Mouloud Mammeri em Argel e da Associação Cultural Amazigh de Ottawa- Gaineau. Posteriormente, tornou-se também membro da Fundação Tiregwa para ajudar nos projetos que promovem a língua cabila e Amazigh, especialmente no campo literário. Por fim, o último projeto em que participa é o TQ5 Media (Televisão cabila).

Lyazid Abid, político de origem cabila, membro fundador e porta-voz da União para a República da Cabília (URK), ex-ministro e ex-vice-presidente do governo provisório da Cabília (Anavad), ativista Amazigh e membro fundador da Associação Assirem. Criou a Associação Amitié Germany-Kabylie Deutsch-Kabylische Freundschaft e.V., lançou o jornal online Tamurt.info e foi membro do comitê executivo da Fundação Internacional em prol dos Diásporas da Cabília (FIDEK), do qual também é membro fundador.

Evento do Facebook: https://www.facebook.com/events/248033759784774

 


Traduzido do inglês por Fabricio Altran | Revisado por Marcella Santiago