São Paulo: “Parem de nos matar”

25.10.2016 - São Paulo, Brasil - Redação São Paulo

This post is also available in: Espanhol

São Paulo: “Parem de nos matar”
(Crédito da Imagem: Bianca Araujo)

Por Bianca Araujo (imagens e texto)

O domingo 23 o coletivo feminista Ártemis e a União Brasileira de Mulheres (UBM), organizaram através das redes sociais, o ato Ni una menos, em solidariedade à vítima de feminicídio, a argentina de 16 anos, Lúcia Perez.

Em torno de 2 mil mulheres marcharam do ponto de encontro, o MASP –Museu de Arte de São Paulo– localizado na Avenida Paulista, até a Praça Roosevelt no centro da cidade. Entretanto, outro ato pró PEC 241, acontecia ao mesmo tempo no MASP. A polícia militar fez um cordão humano cercando os dois lados, a esquerda estavam as feministas que foram hostilizadas e xingadas pelos manifestantes que estavam ao lado direito –pró PEC 241. Três jornalistas da mídia alternativa também foram agredidas por eles. Passando a Avenida Paulista, o ato seguiu pacificamente.

Categorias: Ámérica do Sul, Diversidade, Opinião
Tags: , , , , ,

Boletim diário

Indique o seu e-mail para subscrever o nosso serviço diário de notícias.


2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.