Governo destaca crescimento recorde da Bolívia e avanços sociais

03.01.2016 - Prensa Latina

Governo destaca crescimento recorde da Bolívia e avanços sociais

La Paz, 31 dez (Prensa Latina) Bolívia está vivendo um dos momentos econômicos e sociais mais importantes de sua história, afirmou o vice-presidente Álvaro García Linera, ao destacar o salto em nove anos de seu Produto Interno Bruto (PIB), de quase quatro vezes.

Há nove anos, apontou em entrevista com a televisora oficial, a economia boliviana media nove bilhões de dólares, hoje seu PIB ascende a 33 bilhões. Nenhum país da América Latina tem tido esse salto, disse, e essa riqueza distribui-se entre sua população, acrescentou.

Os prognósticos do país andino dão um crescimento do PIB de 5,8% entre 2016 e 2020, enfatizou, e em infraestrutura via os seguintes 50 anos estão seguros com o investimento atualmente em negociação de sete bilhões de bolivianos (1 bilhão e 4 milhões de dólares).

Em 2005 o salário mínimo de um boliviano eram 50 dólares ao mês, enquanto na Argentina eram 200 dólares, umas quatro vezes mais, relatou. Hoje o salário mínimo do boliviano é de quase 220 dólares e o salário mínimo argentino é 450, o qual reduziu a diferença a umas duas vezes, sublinhou.

A economia do Chile em 2005 era 14 vezes maior que a boliviana, recordou, e em nove anos temos reduzido essa diferença a oito vezes. Se mantivermos o ritmo de crescimento atual, disse, em 2020 a diferença será de quatro vezes, e em 2025, de só duas vezes.

A economia da Bolívia é a que, em função de seu tamanho, tem crescido mais na região, com estabilidade política, social, e segurança jurídica para o investimento estrangeiro, no em tanto sócios e ofertantes de serviços, nunca como padrões, enfatizou García Linera.

O mundo fala do milagre boliviano, assinalou seu vice-presidente, e perguntam-nos como fazemos para crescer um cinco por cento quando Chile vai crescer 1,5 por cento; Brasil está decrescendo a menos um por cento e México crescerá entre o 0,9 e o 1%.

A fórmula boliviana de modelos pós neoliberais, explicou, baseia-se em movimentos sociais no poder, nacionalização, mercado interno, distribuição da riqueza, industrialização e a liderança do presidente Evo Morales

É um país que dinamiza seu mercado interno, explicou, depois de afirmar que estes resultados demonstram uma alternativa na economia ao velho neoliberalismo que tanto dano fez ao continente e a Bolívia.

Categorias: Ámérica do Sul, Economia, Internacional, Política
Tags: , , ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.