Mandela deixa hospital

02.09.2013 - Radio Moçambique

Mandela deixa hospital
(Crédito da Imagem: Foto: http://bit.ly/ZHNkKa)

Segundo a Presidência da África do Sul, Nelson Mandela deixou o hospital na manhã deste domingo e foi para a sua casa em Joanesburgo, onde continuará a receber cuidados intensivos. O anúncio foi feito um dia depois de as autoridades negaram relatos de que Mandela, que tem 95 anos, já havia recebido alta.

A declaração diz que a condição de Mandela permanece crítica, e no momento instável.

O primeiro presidente democraticamente eleito da África do Sul estava no hospital desde junho com uma infecção pulmonar.

“A sua equipa de médicos está convencida de que ele vai receber o mesmo nível de cuidado intensivo na sua casa no subúrbio de Houghton que ele recebeu no hospital em Pretória”, diz a declaração da Presidência.

O documento também diz que a sua casa foi “reconfigurada para permitir que continue a receber cuidados intensivos”, e que será tratado pelos mesmos profissionais de saúde que dele cuidam desde o dia 8 de junho, quando foi admitido no hospital.

Se necessário, Mandela voltará ao hospital, diz a declaração.

Tuberculose na prisão
Joanesburgo fica a cerca de 55 km ao sul da capital da África do Sul, Pretória.

No sábado, fontes próximas à Mandela citadas pela BBC e outros meios de comunicação internacionais, negaram que já havia voltado para casa.

Isto foi negado pela presidência da África do Sul, que controla todas as comunicações sobre a saúde do ex-líder.

Acredita-se que a condição pulmonar de Mandela é resultado de uma tuberculose contraída durante os 27 anos que passou na prisão acusado de pegar em armas contra o governo de minoria branca.

Tornou-se se tornou presidente em 1994 – na primeira eleição em que negros sul-africanos foram permitidos votar – e deixou o cargo cinco anos depois.

O vencedor do Prêmio Nobel da Paz tem sido amplamente aclamado por pregar a reconciliação com a comunidade branca da África do Sul.

Durante o seu tempo na prisão, houve uma enorme campanha internacional a pedir a libertação de Mandela.

Categorias: Africa, Diversidade, Política
Tags: ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.