Projeto de “Cura Gay” é retirado após pressão das ruas

02.07.2013 - Paulo Genovese

Projeto de “Cura Gay” é retirado após pressão das ruas
(Crédito da Imagem: Foto: protesto contra projeto conhecido como Cura Gay, retirado após a pressão das ruas | Midia Ninja)

 

A pressão das ruas pode comemorar outra vitória. O projeto conhecido como “Cura Gay” foi retirado da pauta de votação do Congresso Nacional hoje à tarde. O próprio autor do projeto, o deputado do PSDB, João Campos, decidiu pela retirada para não sofrer uma flagrante derrota.

O projeto, que ficou conhecido como “Cura Gay”, propunha a derrubada do veto que proíbe os psicólogos de fazerem tratamento para reverter a homossexualidade. Este tratamento é proibido pelo conselho federal de Psicologia e também rejeitado pela Organização Mundial da Saúde.

Boa parte da bancada evangélica apoiava o projeto e seu líder foi o pastor-deputado Marcos Feliciano, que assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. A contrário do que a mídia costuma afirmar, nem todos os deputados evangélicos apoiavam a iniciativa.

Este assunto tem sido fonte de protestos da comunidade LGBT e de grande parte da sociedade em todo o Brasil. Vale lembrar que a ex-candidata Marina Silva, altamente festejada pela mídia, declarou em vídeo apoio ao deputado-pastor, desviando-se do projeto em si e afirmando que ele era vítima por ser evangélico. O partido do deputado, o PSDB, lançou uma nota no último dia 26 afirmando ser um “retrocesso” o projeto, com isso retirou seu apoio.

Ainda falta muito para que os direitos dos  LGBTs estejam assegurados, a próxima conquista importante é o estatuto que criminaliza a homofobia.

 

 

 

Categorias: Ámérica do Sul, Direitos Humanos, Internacional
Tags: ,

Boletim diário

Digite seu endereço de e-mail para assinar o nosso serviço de notícias diárias.

O Princípio do fim das armas nucleares

2a Marcha Mundial da Paz e da Não-violência

Documentário 'RBUI, o nosso direito de viver'

Milagro Sala

Canale youtube

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

International Campaign to Abolish Nuclear Weapons

Arquivo

Except where otherwise note, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International license.